PUBLICIDADE
Topo

Suicídio de agente e Arthur impediram volante do Inter de jogar no Grêmio

Marinho Saldanha/UOL
Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

04/04/2020 04h00

Damián Musto é o homem de confiança de Eduardo Coudet no Internacional, mas a vida em Porto Alegre poderia ser diferente. Três anos antes, o volante negociou com o Grêmio para reforçar o time de Renato Gaúcho que acabou campeão da Copa Libertadores. As tratativas não prosperaram pelo suicídio do então empresário do jogador e pela ascensão de Arthur, atualmente no Barcelona.

Jorge Cyterszpiller foi encontrado sem vida em maio de 2017. À época, o Grêmio tinha tratativas em andamento com o empresário. Era ele quem fazia a ponte com a diretoria do Rosario Central, então clube de Musto.

O volante era uma convicção da diretoria gremista, que corria atrás de um substituto para Walace. O volante campeão da Copa do Brasil em 2016 trocou o Grêmio pelo Hamburgo.

Por alguns dias, o Grêmio não conseguiu tocar as negociações por Damián Musto. À época, havia otimismo por um acordo para assinar com o jogador na metade do ano. Em paralelo, Arthur ganhou espaço.

O jovem volante foi observado em jogo contra o Ceará, pela Primeira Liga, mas ganhou pontos em atuação do time reserva diante do Guaraní-PAR, na Copa Libertadores. Arthur, atual camisa oito do Barcelona, desbancou até Maicon no decorrer de 2017. O então capitão do time, sofreu com lesões e tomou a dianteira para dizer que a titularidade de Arthur era necessária.

Ao final da temporada, o Arthur somou 50 partidas pelo Grêmio.

Musto, na Argentina, viu o interesse gremista se desidratar ainda no primeiro semestre. Tanto que o volante deixou o Rosario Central rumo ao Tijuana-MEX na metade de 2017. A transferência foi um pedido de Eduardo Coudet, que havia assumido o comando do time.

Depois da passagem pelo México, o gringo jogou na Espanha e chegou a ser sondado pelo Racing-ARG a pedido de Coudet. O reencontro com o treinador ocorreu em Porto Alegre. Assim que chegou ao estádio Beira-Rio, Eduardo Coudet apresentou lista de jogadores e citou Damián Musto como jogador importante para o elenco. Principalmente para o início do ano, por conhecer método de trabalho. Dito e feito, a diretoria foi atrás e conseguiu o empréstimo ao Huesca-ESP.

Na Arena, a admiração por Musto continua. Vários dirigentes citam as características, o perfil, mas o destino quis que o volante não jogasse no Grêmio. E a negociação frustrada também ajudou a transformar o estilo de jogo do time de Renato Gaúcho.

Futebol