PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "Nenhum brasileiro é capaz de dar sequência ao trabalho do Jesus"

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 04h00

O Flamengo negocia a permanência do técnico Jorge Jesus, cujo contrato atual se encerra no dia 20 de junho. O treinador está em Portugal durante a paralisação devido à pandemia do novo coronavírus e, caso não chegue a um acordo, poderia nem mais treinar o rubro-negro com o qual conquistou o Campeonato Brasileiro e a Libertadores em 2019, além da Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana no início deste ano.

No segundo bloco do podcast Posse de Bola #26, Mauro Cezar Pereira analisa a situação que o Flamengo poderia ter em uma situação na qual a renovação não fosse concretizada e não vê o técnico português como insubstituível e que poderia ser constrangedor para Jesus ficar parado enquanto outro treinador teria a chance de ganhar títulos com o time que ele montou.

"Se o Flamengo tiver a capacidade de encontrar um técnico capaz de não destruir o que ele construiu e dar uma sequência, ele pode até viver um momento meio constrangedor, de ver um outro técnico surfando na onda criada por ele. Ganhando partidas e eventualmente títulos com a equipe que ele montou, porque ele pegou terra arrasada, não tinha nada ali para aproveitar. Começou tudo do zero e foi muito bem-sucedido", afirma Mauro Cezar (disponível no vídeo acima a partir de 27:43).

"Quem herdar, se ele sair, o trabalho, vai herdar o time montado. A grande questão é que nenhum técnico brasileiro parece capaz de dar sequência a esse trabalho. Caberia aí no caso ao Flamengo encontrar esse profissional", completa Mauro.

O blogueiro do UOL cita ainda que a oportunidade poderia ser bem vista até mesmo por outros técnicos que trabalham em times menores no futebol europeu.

"O futebol voltando, para qualquer técnico pegar esse filé mignon interessa pra caramba. A não ser um cara que esteja lá na esfera dos times grandes da Europa. Mas um cara que está nesse mercado buscando times pequenos e médios na Europa, ou outros mercados como o Brasil, você treinar o Flamengo com o time que tem, com as chances que tem de ganhar campeonatos na América do Sul, e montado, o time está montado, está pronto, e ganhar bem. Quem que não quer?", finaliza o jornalista.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol