PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Com dois de Léo Gamalho, CRB castiga o Cruzeiro e vence dentro do Mineirão

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

11/03/2020 23h24

Classificação e Jogos

O CRB deu um passo importante para chegar a uma inédita quarta fase da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (11), o Galo da Pajuçara venceu o Cruzeiro por 2 a 0 em pleno Mineirão. Os dois gols do jogo foram marcados pelo veterano Léo Gamalho, de 34 anos. Com a vitória, o time alagoano larga em grande vantagem para sacramentar a classificação na semana que vem, dia 18, às 19h15 (de Brasília), no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Mesmo diante do seu torcedor, o Cruzeiro fez uma partida muito abaixo do esperado. Sem organização alguma, a Raposa mostrou-se bastante burocrática durante todo o jogo, com dificuldades para executar até as jogadas mais simples, irritando demais quem foi ao Mineirão. Melhor postado em campo, o CRB foi letal em suas ações ofensivas, além de não ter deixado o anfitriões gostarem do jogo em nenhum momento.

Melhor: Léo Gamalho é letal e encaminha vaga

Aos 34 anos, o conhecido Léo Gamalho fez o que se espera de um centroavante. As chances do CRB foram poucas no ataque, mas o atacante garantiu suas duas únicas oportunidades de chutar ao gol. Menção honrosa também ao companheiro Erik, que deu muito trabalho à defesa celeste, além da dupla Gum e Ewerton Páscoa, sólidos na zaga alagoana.

Quem foi mal: Cruzeiro tem vários pontos negativos

Não há só um jogador que tenha ido mal no time do Cruzeiro. Não é de hoje que o time apresenta dificuldades em todos os setores e com vários atletas. O jogo no Mineirão não foi diferente. Pela luta, Marcelo Moreno merece destaque positivo, assim como Fábio, que não teve culpa nos gols e até evitou um terceiro nos últimos minutos.

Cruzeiro segue criando mal e sofre pelo alto

Não é de hoje que o Cruzeiro tem dificuldades para lidar com a organização das jogadas. A opção de Adilson ao escalar dois centroavantes foi condizente com as boas atuações de Marcelo Moreno e Thiago juntos. Mas sem um legítimo criador no time, as bolas continuaram chegando em más condições para a dupla, quase sempre obrigada a dividir jogadas e a lutar para recuperar a posse. Afoito, o time cometeu muitos erros e ainda foi castigado (de novo) na bola aérea de Léo Gamalho, abrindo o placar para um CRB que não se omitiu, mas ofereceu poucos investidas à meta de Fábio.

Lateral é vaiado com 17 minutos e deixa campo no intervalo

No minuto seguinte ao gol do CRB (aos 17 minutos), a torcida do Cruzeiro começou a vaiar o lateral João Lucas, algo que já se tornou rotineiro nas últimas partidas. Além de não subir com Léo Gamalho no gol da equipe alagoana, João só teve sucesso nas divididas e desarmes, mas pecou principalmente nos cruzamentos ruins para a área. Apesar de não ter sido o único com atuação abaixo da esperada, acabou substituído após o intervalo.

CRB faz o que quer dentro da área e aumenta a conta

A volta do intervalo esboçou um Cruzeiro mais disposto ofensivamente, com a presença de Robinho e o sangue novo de Rafael Santos no lado esquerdo. Mas bastou uma nova descida ao ataque para o CRB provar como a Raposa ainda está bastante desorganizada. A jogada do segundo gol começou com Carlos Jatobá carregando a bola em direção à área, passando liso entre Filipe Machado e Edilson antes de tocar para Dudu. O atacante deu um corte em Filipe Machado, fintou Cacá e cruzou rasteiro para Léo Gamalho, que só teve o trabalho de se antecipar dentro da pequena área para balançar as redes de Fábio mais uma vez.

Show de cartões e muito nervosismo fecham noite melancólica do Cruzeiro

O que se viu depois do segundo gol do CRB foi um Cruzeiro fazendo ainda mais raiva em seu torcedor. Os ataques da equipe, que já não eram tão organizados, pioraram ainda mais, prevalecendo as jogadas na base da vontade, mas com pouca técnica. Visivelmente nervosos, os jogadores ainda precisaram recorrer às faltas duras e passíveis de amarelo para evitar o terceiro gol dos visitantes.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 0x2 CRB-AL

Motivo: terceira fase da Copa do Brasil, jogo de ida
Data/Hora: 11/03/2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

GOLS: Léo Gamalho, 16'1ºT (0-1), 13'2ºT (0-2)
Cartões amarelos: Mauricio, Marcelo Moreno, Filipe Machado, Robinho, Jadsom (CRU), Ewerton Páscoa, Igor (CRB)
Cartão vermelho: Não teve.

CRUZEIRO: Fábio; Edilson (Welinton), Cacá, Arthur e João Lucas (Rafael Santos); Jadsom, Filipe Machado; Mauricio, Everton Felipe (Robinho); Thiago e Marcelo Moreno. Técnico: Adilson Batista.

CRB: Victor Souza; Lucas Mendes (Thalisson), Gum, Ewerton Páscoa e Igor; Claudinei, Carlos Jatobá e Rafael Longuine (Dudu); Luidy (Léo Principe), Erik e Léo Gamalho. Técnico: Marcelo Cabo.

Cruzeiro