PUBLICIDADE
Topo

Como Globo pode ficar sem exibir jogos da seleção nas Eliminatórias da Copa

Pedro Ugarte/AFP
Imagem: Pedro Ugarte/AFP

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/03/2020 04h00

As Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 podem significar um marco se tratando em transmissão para a Globo. Por conta de uma mudança de regra na Fifa, a Globo ainda não tem os direitos de oito partidas da seleção fora de nosso país. A negociação é considerada complicada. A campanha da equipe de Tite começa no próximo dia 27 de março, contra a Bolívia, no Recife (PE).

Segundo apurou o UOL Esporte, a nova regra da entidade máxima do esporte dá o direito sobre jogos de seleções para as federações nacionais e, não, mais para a entidade responsável pelo continente. Ou seja, na Argentina, é a AFA (Associação de Futebol da Argentina), que negocia com as TVs os jogos de sua equipe com canais de todo o mundo.

É essa conjuntura que cria um problema para a Globo. Ao negociar com cada federação, a emissora carioca tem encontrado dificuldades, já que cada um pede um valor diferente da outra. O único acordo já fechado é com justamente com a Argentina —os dois clássicos Brasil x Argentina já estão garantidos na TV aberta.

Os jogos do Brasil em casa também estão garantidos. Mas a segunda partida brasileira, fora de casa contra o Peru, no dia 31 de março, ainda não foi adquirida pelo setor de eventos da emissora. Ao todo, oito das 18 partidas da seleção ainda não têm transmissão garantida.

Existe uma vontade e um grande interesse da Globo em comprar os jogos, até por ser a única emissora brasileira que se interessou por eles. Mas a ordem é não fazer loucuras. Se a pedida de uma federação passar do razoável, a emissora não fechará acordo.

"Ainda estamos negociando com as detentoras de direitos de algumas partidas das eliminatórias. Já garantimos os direitos de todos os amistosos da seleção e de todos os jogos das Eliminatórias que serão realizados no Brasil; além de Argentina x Brasil, na Argentina", afirmou a emissora, em comunicado.

Um bom exemplo interno de otimismo para essa negociação vem do Pré-Olímpico. A Globo fechou os direitos de transmissão apenas três dias antes de o evento começar com a empresa que vendia os direitos, o que mostra que a Globo não tem problemas em conduzir tratativas até o último segundo, em busca de um melhor acordo.

As Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 serão disputadas entre março deste ano e novembro de 2021. Ao todo, dez seleções disputam quatro vagas diretas para o Mundial, além de uma vaga para uma repescagem contra um time da Oceania, que vai ocorrer no início de 2022.

Seleção Brasileira