PUBLICIDADE
Topo

Libertadores: Facebook volta a exibir brasileiros; Fla teve maior pico

Flamengo x San Jose (BOL) teve maior audiência simultânea da Libertadores 2019 no Facebook - Reprodução/Facebook
Flamengo x San Jose (BOL) teve maior audiência simultânea da Libertadores 2019 no Facebook Imagem: Reprodução/Facebook

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/03/2020 04h00

Classificação e Jogos

Estreando com times brasileiros na Libertadores nesta quinta-feira (5), com Binacional (PER) x São Paulo, o Facebook aposta na alta audiência desses times aqui no país. Em um material enviado para o mercado publicitário, ao qual o UOL Esporte teve acesso, a rede social afirma que o Brasil foi o seu maior mercado no primeiro ano de transmissões da principal competição de futebol das Américas.

Ao todo, os times brasileiros foram vistos, em média, por 500 mil pessoas simultâneas por jogo. O recorde neste sentido ocorreu na partida Flamengo x San José (BOL), quando até 1,048 milhão de pessoas simultâneas viram a partida que terminou em goleada rubro-negra, em 11 de abril.

No entanto, a que mais gerou engajamento e reações do público, algo que interessa bastante para a rede social, foi o jogo entre Grêmio e Olímpia (PAR), válido pelas oitavas de final e que ocorreu no dia 1º de agosto de 2019.

Apesar de ter marcado menos audiência que a partida do Flamengo (746 mil pessoas simultâneas), o jogo obteve mais de 24 milhões de contas reagindo, contra 14 milhões da partida flamenguista.

Ao todo, o Facebook irá mostrar 23 jogos exclusivos nas noites de quinta entre a fase de grupos e as quartas de final —a partir das semifinais, apenas Globo, SporTV e Fox Sports exibirão os jogos no Brasil.

Na primeira fase, sete dessas partidas serão de brasileiros. O número poderia ser maior, de nove partidas, se o Corinthians não tivesse sido eliminado precocemente —havia dois jogos possíveis de transmissão nas rodadas 3 e 5.

Esta temporada também marca a troca da equipe de transmissão do Facebook. Em vez do time do FOX Sports que fez os jogos em 2019, o Esporte Interativo já comanda as partidas da plataforma em 2020, assim como ocorre com a Uefa Champions League.