PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro resolve parte financeira e faz acordo de rescisão com Rodriguinho

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

13/02/2020 17h43

O Cruzeiro chegou a um acordo para rescindir definitivamente seu contrato com Rodriguinho. O meia já não jogava desde o final de janeiro e já não fazia mais parte dos planos de Adilson Batista, mas agora concluiu suas conversas com a diretoria sobre as pendências financeiras. Nos próximos dias, o jogador terá seu desligamento oficializado pelo clube, ficando totalmente livre para assinar com outra equipe no mercado da bola.

Assim como foi feito com outros medalhões, Rodriguinho receberá sua dívida com o Cruzeiro de forma parcelada. A informação foi publicada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo UOL com a diretoria celeste. O clube mineiro ainda permanecerá com 20% dos direitos econômicos do atleta. Por outro lado, a diretoria ainda precisa se preocupar com a dívida ainda existente com o Pyramids, do Egito, que hoje alcança quase R$30 milhões.

Sem a intenção de levar o Cruzeiro na justiça, Rodriguinho topou ajudar o clube enquanto tentava resolver sua situação fora de campo. Ele entrou nas primeiras rodadas do estadual, mas deixou de jogar no fim de janeiro, depois de não aceitar a readequação salarial no Cruzeiro, passando a negociar os moldes da dívida que o clube tem com ele.

Livre para negociar com outro clube, Rodriguinho avaliou a possibilidade de se transferir para fora do Brasil, mas priorizou sua permanência no país para ficar mais perto da família e do filho recém-nascido. Recentemente, Bahia e Athletico Paranaense mostraram interesse em contratar o atleta.