PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Grêmio vence Brasil-PEL em jogo com susto de goleiro e pênalti perdido

Jogadores do Grêmio comemora gol marcado por David Braz na reta final do primeiro tempo - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Jogadores do Grêmio comemora gol marcado por David Braz na reta final do primeiro tempo Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

26/01/2020 18h03

Classificação e Jogos

O Grêmio venceu a primeira no Campeonato Gaúcho e foi em cima do Brasil de Pelotas. Hoje (26), no estádio Bento Freitas, o time titular de Renato Gaúcho foi amplamente superior ao adversário e ganhou por 1 a 0. O gol de David Braz decidiu partida marcada pelo susto do goleiro Rafael Martins, que ficou desacordado em campo, e pênalti perdido por Luciano.

A vitória reabilita o Grêmio, que na estreia perdeu por 2 a 0 em casa para o Caxias. O Brasil chega a duas derrotas seguidas e liga sinal de alerta no grupo B do Gauchão.

Na próxima rodada, o Brasil de Pelotas recebe o Esportivo na quarta-feira (29). O Grêmio entra em campo na quinta, em casa, contra o São José-POA.

Quem foi bem: Maicon

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Volante ditou o ritmo do jogo. Passes precisos, presença à frente e criatividade para levar o Grêmio adiante. Ao lado de Victor Ferraz, Maicon se destacou.

Quem decepcionou: Luciano

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Camisa nove errou pênalti que poderia ter dado vantagem ao Grêmio mais cedo. Com a bola rolando, Luciano ficou fora da lista de jogadores que tiveram chances claras para converter.

Goleiro comete pênalti e leva a pior

Rafael Martins derrubou Alisson, o pênalti foi marcado imediatamente, mas quem levou a pior foi o próprio goleiro do Brasil de Pelotas. Atingido no rosto pelo joelho do camisa 23 do Grêmio, ele chegou a ficar desacordado em campo e foi retirado do estádio por uma ambulância.

Grêmio empilha chances e até perde pênalti

Sete chutes, cinco deles no gol. Duas bolas na trave e um pênalti perdido. Os números resumem o primeiro tempo do Grêmio e também desenham que a partida em Pelotas foi um confronto de ataque contra defesa. Com Victor Ferraz muito participativo, a equipe gremista mostrou repertório e chegou diversas vezes à área do Brasil-PEL. A falta de pontaria foi encerrada nos acréscimos, quando David Braz aproveitou sobra de escanteio e encobriu.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Depois do intervalo, o calor intenso, a vantagem e o início da temporada pesaram. O ritmo do Grêmio caiu, mas ainda assim nasceram chances. Uma delas com Everton e outra com Kannemann, que cabeceou e viu a bola explodir na trave. A terceira vez que uma conclusão gremista parou nas traves.

Brasil-PEL esbarra em limitações

Um jogo sem fase ofensiva. O Brasil de Pelotas não acertou o gol do Grêmio na etapa inicial e, no máximo, arriscou chutes de fora da área. Defensivamente o time da casa teve problemas para perseguir o ataque do Grêmio.

O cansaço do Grêmio botou o Xavante no jogo. Heverton, como se fosse atacante, criou boa chance no início do segundo tempo. E Nathan, em jogada rápida, acertou a trave.

FICHA TÉCNICA
BRASIL-PEL 0 X 1 GRÊMIO

Data e hora: 26/01/2020 (domingo), às 16h (horário de Brasília)
Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Público: 5.407 pessoas (4.674 pagantes)

Renda: R$ 169.520,00
Árbitro: Roger Goulart Auxiliares: Lucio Flor e Fabricio Bassegio
Cartões amarelos: Eliel, João Henrique (BRA); Bruno Cortez (GRE)
Gol: David Braz, aos 47 minutos do primeiro tempo (GRE)

BRASIL-PEL: Rafael Martins (Matheus Nogueira); Lázaro, Heverton, Bruno Santos e Ednei; João Henrique, Leandro Leite, Gabriel Poveda (Juninho Rocha), Wellington Simião; Nathan e Eliel (Wesley)
Técnico: Gustavo Papa

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Kannemann e Bruno Cortez; Lucas Silva, Maicon, Alisson, Patrick (Isaque) e Everton (Darlan); Luciano (Ferreira)
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol