PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2020

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Qual time brasileiro se deu melhor na Libertadores? Blogueiros opinam

NORBERTO DUARTE / AFP
Imagem: NORBERTO DUARTE / AFP

Do UOL, em Santos (SP)

18/12/2019 17h09

Resumo da notícia

  • Sorteio realizado ontem definiu os grupos da Libertadores de 2020
  • Qual time brasileiro se deu melhor? Perguntamos aos blogueiros
  • "O Santos, apesar do ótimo momento do Olímpia", diz Menon
  • Marcel Rizzo: "Santos tem os rivais mais fáceis, sempre na teoria, claro"

O sorteio da Copa Libertadores 2020 realizado ontem (17), na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, definiu os grupos da próxima edição do torneio. A fase de grupos terá início em 4 de março, e a decisão será no dia 21 de novembro, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

A Libertadores 2020 terá oito clubes brasileiros: Flamengo, Palmeiras, Santos, São Paulo, Athletico e Grêmio já estão garantidos na fase de grupos, enquanto Corinthians e Internacional entram na pré-Libertadores e também conheceram seus adversários.

Dos times já confirmados na fase de grupos, qual deles se deu melhor no sorteio? Veja o que pensam os blogueiros do UOL Esporte e, mais abaixo, relembre como ficaram os grupos:

ANDRÉ ROCHA

Em tese, o Athletico. Penarol e Colo Colo têm tradição, mas não assustam pelo desempenho. O outro time será boliviano e deve ser o lanterna do grupo. Mas até março muita coisa pode mudar.

Leia o blog do André Rocha.

JUCA KFOURI

Aparentemente o Santos, mas tudo anda tão equilibrado pelo mundo afora que, na verdade, é difícil para todos.

Precisamos abandonar o hábito, compreensível pela tradição, de achar que os brasileiros são sempre favoritos.

Leia o blog do Juca.

JULIO GOMES

O grupo mais fraco é o do Santos. Foi o que se deu melhor no sorteio, mas resta ver se terá time para se aproveitar.

Leia o blog do Julio Gomes.

MARCEL RIZZO

O Santos tem os rivais mais fáceis, sempre na teoria, claro. Caso o Corinthians caia nas primeiras fases, o grupo do Palmeiras pode ficar até mais fácil que o do Santos, sempre na teoria.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MENON

O Santos, apesar do ótimo momento do Olímpia. O Palmeiras tem um grupo fácil também, mesmo se a ele chegar o Corinthians.

O São Paulo tem um grupo muito forte. Mas tudo grupo seria forte para o São Paulo.

Leia o blog do Menon.

PERRONE

Temos que esperar para ver se Corinthians e Internacional vão avançar. Mas, numa análise preliminar, podemos dizer que o Santos se deu melhor. Em tese, os santistas têm apenas o Olímpia, do Paraguai, como adversário que pode endurecer. Defensa y Justicia e Delfín não assustam.

Leia o blog do Perrone.

PVC

O Santos. Delfin e Defensa y Justicia são acessíveis. Requer atenção, mas podem ser batidos. O Olimpia não faz grandes campanhas desde o vice-campeonato de 2013. O Santos também tem tradição. Só caiu antes das quartas em 1984 e 2018.

Leia o blog do PVC.

RENATO MAURÍCIO PRADO

Santos.

Leia o blog do Renato Maurício Prado.

VEJA OS GRUPOS DA LIBERTADORES 2020

Grupo A: Flamengo, Independiente Del Valle (EQU), Junior de Barranquilla (COL) e G1 - vencedor de Carabobo (VEN) ou Universitario (PER) ou Cerro Porteño (PAR) x Progreso (URU) ou Barcelona (EQU) ou Sporting Cristal (PER)

Grupo B: Palmeiras, Bolívar (BOL), Tigre (ARG) e G2 - vencedor de Corinthians ou Bolívia 4 ou Guaraní (PAR) x Cerro Largo (URU) ou Palestino (CHI)

Grupo C: Peñarol, Colo-Colo (CHI), Athletico Paranaense e Bolívia 2

Grupo D: River Plate (ARG), São Paulo, LDU (EQU) e Binacional (PER)

Grupo E: Grêmio, Universidad Católica (CHI), América de Cali (COL), G4 - vencedor de Internacional ou Chile 4 x Macará (EQU) ou Tolima (COL)

Grupo F: Nacional (URU), Racing (ARG), Alianza Lima (PER) e Estudiantes de Mérida (VEN)

Grupo G: Olimpia (PAR), Santos, Delfín (EQU) e Defensa y Justicia (ARG)

Grupo H: Boca Juniors (ARG), Libertad (PAR), Caracas (VEN) e G3 - vencedor de Independiente Medellín (COL) ou Deportivo Táchira (VEN) x Bolívia 3 ou Atlético Tucumán (ARG)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL