PUBLICIDADE
Topo

Athletico-PR estuda contraproposta de Ceni, e Fortaleza aguarda técnico

Rogério Ceni não definiu o futuro. Treinador tem proposta para renovar com o Fortaleza e para assumir o Athletico - Thiago Ribeiro/AGIF
Rogério Ceni não definiu o futuro. Treinador tem proposta para renovar com o Fortaleza e para assumir o Athletico Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

José Eduardo Martins, Napoleão de Almeida e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e em Belo Horizonte

12/12/2019 20h00

Resumo da notícia

  • Rogério Ceni definirá o futuro amanhã. Treinador enviou uma contraproposta ao Athletico-PR e aguarda resposta dos paranaenses
  • As partes divergiram em alguns termos do contrato. Entre eles, a multa rescisória, conforme apurado pelo UOL Esporte
  • Por outro lado, o Fortaleza ainda pretende renovar com o técnico. A intenção é segurá-lo até o fim da temporada seguinte

Rogério Ceni está perto de decidir o futuro. Depois de receber uma oferta do Athletico-PR, o treinador fez uma contraproposta e aguarda a definição do clube sobre o seu pedido para escolher onde trabalhar em 2020. O Fortaleza ainda tenta uma renovação com o técnico.

O UOL Esporte apurou que há algumas divergências entre o que foi proposto pelo clube do Paraná e o que deseja o estafe do técnico. Um dos desencontros é a multa rescisória que seria estabelecida num vínculo para dirigir o time da Arena da Baixada.

Com a contraproposta de Ceni em mãos, o clube liderado por Mario Celso Petraglia estuda as exigências e tende a aceitá-las para tentar bater o martelo com o técnico até amanhã (13).

Atual equipe de Rogério Ceni, o Fortaleza ainda tem esperança de renovar com o treinador. O presidente Marcelo Paz aposta na boa relação entre as partes para chegar a um desfecho positivo.

Em rápido contato com o UOL Esporte, o mandatário disse que espera a resposta do comandante até o fim da semana: "O que ele disse em entrevista coletiva foi que o prazo dele definir o futuro dele é até amanhã".

Rogério Ceni treinou o Fortaleza e o Cruzeiro em 2019. Ele iniciou a temporada no time cearense e decidiu se mudar para a Toca da Raposa II no decorrer da temporada. Diante do insucesso no clube mineiro, optou pelo retorno ao Nordeste e conduziu o time a uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana.

Athletico