PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro atualiza situação de Robinho e estipula prazo de recuperação

Com grave lesão no joelho, meia ficará de molho pelo menos até abril de 2020 - Bruno Haddad/Cruzeiro
Com grave lesão no joelho, meia ficará de molho pelo menos até abril de 2020 Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

07/12/2019 17h10

Classificação e Jogos

O Cruzeiro atualizou o quadro do meia Robinho. Na última quinta-feira, o jogador se machucou durante a partida contra o Grêmio e precisou deixar o campo mais cedo. Médico do clube celeste, Sérgio Campolina falou sobre o problema do atleta e estipulou pelo menos quatro meses de recuperação.

"O Robinho passou hoje (7) por uma ressonância magnética no joelho esquerdo, que possibilitou a confirmação da lesão do ligamento colateral medial total, que é uma lesão de grau três. Além deste caso, o atleta apresentou uma lesão de um outro ligamento que estabiliza a patela, o osso anterior ao joelho, sendo que ambas são lesões cirúrgicas", iniciou o médico.

"O procedimento deverá ser realizado nos próximos dias e não iremos definir ainda o prazo de recuperação, pois está muito ligado ao ato cirúrgico. Será um prazo menor do que o praticado em uma cirurgia de ligamento cruzado anterior. Imagino que o Robinho poderá ser liberado entre os próximos quatro a seis meses", concluiu.

Desta forma, Robinho não vira desfalque somente para a decisão contra o Palmeiras, amanhã, mas também para os primeiros meses de 2020. Para o jogo de amanhã, o técnico Adilson Batista também não contará com Egídio, Ariel Cabral e Edilson, todos suspensos.

Cruzeiro