PUBLICIDADE
Topo

Real Madrid

"Disse sim ao Real sem nem saber como era o contrato", revela Navas

Keylor Navas ergue a taça da Liga dos Campeões após conquista do Real Madrid - VI Images/Getty Images
Keylor Navas ergue a taça da Liga dos Campeões após conquista do Real Madrid Imagem: VI Images/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/12/2019 12h22

O goleiro Keylor Navas, que trocou o Real Madrid pelo PSG no início desta temporada, falou sobre sua passagem vitoriosa pelo clube merengue, pelo qual conquistou o tricampeonato da Liga dos Campeões.

Em entrevista ao programa espanhol "El Chiringuito", o goleiro explicou que nem pensou duas vezes antes de aceitar a proposta do Real Madrid após a boa campanha na Copa do Mundo de 2014 pela seleção da Costa Rica.

"Desde pequeno sabia que queria jogar ali. Disse sim ao Real e nem sabia como era meu contrato. Sempre pensava: 'o que vou fazer quando for contratado por uma equipe grande? Gritar, pular, brincar?' Quando me disseram (sobre o Real), estava em uma cama e não pulei, não brinquei, não chorei. Não fiz nada. Quis fazer tudo e não pude fazer nada", explica Navas.

O goleiro ainda ressalta que não tem mágoa sobre a forma com que foi negociado pelo Real Madrid. Contudo, ele deixa claro que não sabe por que deixou de ser parte importante do elenco merengue a ponto de ser negociado após três anos como titular.

"Para mim, isso é passado. Sempre tento ficar com as coisas boas. Com Zidane tenho experiências muito boas, foi o treinador com quem ganhamos tudo, com quem desfrutei bastante, me defendeu muitíssimas vezes. Me ensinaram a ser agradecido e quero agradecê-lo pela confiança que me passou naquele momento. Existem coisas que não sabemos por que elas acontecem, mas elas existem e precisamos enfrentá-las."

Por fim, Navas agradeceu pelo carinho da torcida merengue em seu retorno ao estádio, desta vez defendendo a camisa do PSG.

"Foi uma sensação conhecida, como a que havia vivido antes. Foi muito bonito. Serei eternamente grato por todos que acreditaram em mim. Tive meus erros e as pessoas me apoiaram, e nos bons momentos me lembro quando eles cantavam nossos nomes um a um. Sempre demonstraram carinho por mim e vou guardar isso para sempre", concluiu.

Real Madrid