PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2019


Marco Ruben decide em clima de despedida, e Athletico vence o Santos

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

04/12/2019 20h53

Classificação e Jogos

O Athletico-PR venceu o Santos na noite de hoje (4) por 1 a 0, na Arena da Baixada, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado pelo centroavante Marco Ruben, que não fica no Furacão para a próxima temporada.

Com o resultado, a equipe paranaense foi a 63 pontos e pode terminar a rodada na quarta colocação do Brasileirão, desde que o Cruzeiro vença o Grêmio amanhã (5) em Porto Alegre. Já o Santos estacionou nos 71 pontos, mas mantém a vice-liderança mesmo em caso de vitória do Palmeiras, pois tem duas vitórias a mais que o rival.

Os dois times voltam a campo neste domingo, às 16h, para a última rodada do Campeonato Brasileiro, quando todos os jogos ocorrem no mesmo horário. O Peixe recebe o Flamengo na Vila Belmiro, enquanto o Furacão vai até Santa Catarina para enfrentar o Avaí, na Ressacada.

Os melhores: Rony e Soteldo

O atacante da equipe paranaense melhorou muito na segunda etapa quando inverteu de lado com Marcelo Cirino, caindo pela direita. Pelo setor, cruzou na cabeça de Marco Ruben para o primeiro gol e depois forçou a expulsão de Luan Peres. Já o venezuelano Yeferson Soteldo, mesmo que praticamente isolado, foi o jogador mais perigoso do Santos durante o jogo todo, aplicou dribles e deu passes para deixar companheiros em condições de marcar, embora ninguém tenha aproveitado.

Quem não foi bem: Jean Mota e Luan Peres

O meia começou atuando como falso 9, mas esteve muito desligado no jogo. Errou passes no ataque e não acompanhou jogadas, como um passe de Soteldo para o meio da área que deixaria Jean livre e de frente para o gol para bater. Luan Peres atuou como falso lateral pela esquerda, mas recebeu um cartão amarelo muito cedo no jogo e não conseguiu parar Rony na segunda etapa, que cruzou para o gol de Ruben e forçou a expulsão do defensor ainda na metade do segundo tempo.

O jogo do Santos: equipe sofre na saída de bola

O Peixe não conseguiu implantar um dos aspectos fundamentais do seu jogo: a saída de bola. A marcação alta do Athletico funcionou bem e o Peixe sentiu a falta Lucas Veríssimo, zagueiro com mais qualidade com a bola no pé, e Sánchez, que vem buscar o jogo para desafogar a saída, ambos poupados. Quem mais funcionava no meio-campo, Evandro saiu ainda no primeiro tempo sentindo dores na coxa. Na segunda etapa, a expulsão de Luan Peres complicou ainda mais o Peixe.

A atuação do Athletico: marcação alta funciona

O Athletico marcou o Peixe desde o primeiro minuto praticamente dentro da área santista. A estratégia funcionou e atrapalhou muito a saída de jogo do Santos, que até ficou mais com a bola, mas não criou grandes chances. Na segunda etapa, Barros inverteu Rony e Cirino de lado e, logo na primeira jogada, Rony cruzou na cabeça de Marco Ruben. A alteração melhorou o Athletico e Rony ainda forçou a expulsão de Luan Peres na metade da segunda etapa.

Cronologia do jogo

Depois de um primeiro tempo muito estudado taticamente e sem grandes chances de jogo, o Athletico saiu na frente logo aos dois minutos da segunda etapa. Rony cruzou, Marco Ruben antecipou Felipe Aguilar e cabeceou sem chances para Everson. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Com 22 minutos do segundo tempo, Rony ainda forçou a expulsão do zagueiro Luan Peres, que entrou no jogo como falso lateral-esquerdo. Após ficar com um a menos, o Peixe não conseguiu esboçar reação.

Bruno Guimarães entra no final para se despedir

O volante Bruno Guimarães foi negociado com o Atlético de Madrid e mesmo sem estar 100%, fez questão de entrar em campo já nos minutos finais do jogo para se despedir da torcida. Ele entrou na vaga de Marcelo Cirino, outro que não fica no clube para 2020, e ambos foram muito aplaudidos. Guimarães ainda ganhou a faixa de capitão quando entrou em campo.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 1 x 0 SANTOS

Data: 04/12/2019 (quarta-feira)
Horário: 19h (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Amarelos: Luan Peres (2), Gustavo Henrique, Diego Pituca, Marinho e Jorge Sampaoli; Léo Pereira e Márcio Azevedo
Vermelhos: Luan Peres e Felipe Jonatan
Gols: Marco Ruben, aos 2 minutos do segundo tempo

Athletico: Santos; Jonathan (Madson), Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Camacho, Wellington e Lucho González (Adriano); Marcelo Cirino (Bruno Guimarães), Rony e Marco Ruben. Técnico: Eduardo Barros

Santos: Everson; Pará, Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Luan Peres; Alison (Felipe Jonatan), Pituca e Evandro (Sasha); Marinho, Soteldo e Jean Mota (Sánchez). Técnico: Jorge Sampaoli