Topo

Libertadores - 2019


Olho neles! River pode perder Enzo Pérez e 6 medalhões de graça em 2020

Enzo Pérez é um dos ídolos do River Plate que perdeu a final da Libertadores para o Flamengo - Ernesto Benavides/AFP
Enzo Pérez é um dos ídolos do River Plate que perdeu a final da Libertadores para o Flamengo Imagem: Ernesto Benavides/AFP

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

26/11/2019 04h00

Enzo Pérez se tornou ídolo de um River Plate que chegou a duas finais consecutivas da Copa Libertadores da América. Na decisão do último sábado (23), era o melhor em campo até o técnico Jorge Jesus mudar a forma de jogar do Flamengo para tentar pará-lo. E, para os clubes interessados em contratar um volante de peso, esse jogador pode ficar livre no mercado na próxima temporada.

O contrato de Enzo com o River termina em 30 de junho de 2020. Ou seja, a partir de janeiro ele estará liberado para assinar pré-contrato com outros clubes. E de graça.

Ciente desse cenário, a diretoria do River já chegou a fazer uma proposta de renovação para o meio-campista de 33 anos, mas ainda não obteve resposta. Além de ser destaque em campo, Enzo também conquistou os torcedores por ser apaixonado pelo River. O volante chegou a fazer uma tatuagem enorme nas costas com o símbolo da equipe de Buenos Aires e a taça da Libertadores do ano passado.

O River ainda tem outros cinco jogadores que ficarão livres no mercado no meio de 2020, incluindo o zagueiro titular Javier Pinola, que ficou marcado por vacilar no gol da virada flamenguista, marcado nos acréscimos por Gabigol.

A lista passa pelos goleiros reservas Germán Lux e Enrique Bologna, pelo zagueiro desconhecido Kevin Sibille, pelo volante Leonardo Ponzio e o atacante Ignacio Scocco. Os dois últimos eram titulares do River até o começo deste ano, mas já estão com idade avançada. Ponzio tem 37 anos e Scocco, que já defendeu o Internacional no Brasil, 34.