Topo

Futebol


Cruzeiro sai atrás, mas empata com o Bahia após expulsão de Orejuela

Jogadores de Cruzeiro e Bahia disputam a bola no Mineirão - Alessandra Torres/AGIF
Jogadores de Cruzeiro e Bahia disputam a bola no Mineirão Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

03/11/2019 20h54

Cruzeiro e Bahia empataram por 1 a 1 na noite de hoje, no Mineirão, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fernandão, de pênalti, abriu o placar, mas Sassá garantiu a igualdade.

Os mineiros terminam a rodada com 33 pontos conquistados e seguem fora da zona de rebaixamento, com dois a mais que o Fluminense, primeiro do grupo de descenso. O Bahia chega a 42 pontos e está quatro atrás do sexto colocado, último a garantir uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores por meio do Brasileirão.

O melhor: Abel Braga

O técnico do Cruzeiro não se omitiu em nenhum momento da partida. Mesmo quando tinha um jogador a menos em campo, ele manteve o padrão ofensivo adotado desde a sua chegada à Toca da Raposa II. A entrada de Sassá na vaga de David, logo após o gol sofrido pelo time, deu outra cara ao ataque e foi o suficiente para o mandante marcar um gol. O treinador conseguiu deixar o seu time mais ofensivo que o rival mesmo depois da expulsão de Orejuela.

O pior: Fred

Fred está longe de viver o seu melhor momento na carreira. No entanto, segue como titular absoluto do Cruzeiro. No jogo de hoje, o centroavante pouco acrescentou ao setor ofensivo. Ele até fez um gol no primeiro tempo, mas estava em posição irregular no lance. Na volta do intervalo, seguiu inofensivo no ataque. O dono da camisa 9 foi também pouco usado pelos homens de frente. Ao ser substituído para a entrada de Edilson, ele recebeu vaias dos torcedores que foram ao Mineirão na noite de hoje.

VAR detecta pênalti e muda o jogo no Mineirão

A utilização da tecnologia permitiu que o Bahia ficasse em vantagem no Mineirão. Fernandão tentou finalização de fora da área, mas a bola desviou na mão de Orejuela. Depois de consulta ao vídeo, o árbitro Wagner Reway marcou pênalti para o Bahia e ainda expulsou Orejuela. A decisão deu outro panorama ao jogo ocorrido no Gigante da Pampulha. Fernandão converteu o pênalti ainda no primeiro tempo.

Sassá marca golaço e encerra jejum de três meses no Cruzeiro

Sassá foi acionado por Abel Braga no segundo tempo do jogo, logo após o gol feito pelo Bahia. O atacante entrou na vaga de David e, em pouco tempo, marcou um golaço de fora da área. O lance fez com que ele encerrasse um jejum de três meses sem marcar. O último gol feito pelo atleta foi marcado em 11 de agosto passado, no empate por 2 a 2 com o Avaí. Até o jogo de hoje, ele entrou em campo em oito jogos e não tinha feito nem um gol sequer.

Cruzeiro toma iniciativa com posse, mas falha na conclusão

O Cruzeiro mudou a forma de jogar desde a chegada de Abel Braga. A equipe tentou controlar o jogo ocorrido no Mineirão e girou a bola de um lado para o outro. Ederson, Thiago Neves, Marquinhos Gabriel e David criaram boas chances. No entanto, a equipe cometeu erros ao concluir as jogadas, seja em finalizações ou no momento do passe. Fred chegou a estufar a rede. Porém, a arbitragem assinalou posição irregular do camisa 9.

Bahia mantém aposta em contra-ataques, mas chega sem força

O Bahia teve menos posse de bola, como já se tornou padrão em seus jogos recentes. O time de Roger Machado apostou na velocidade de Élber e Artur para levar perigo à meta de Fábio. No entanto, encontrou dificuldade justamente ao chegar no setor ofensivo. A principal complicação era chegar com mais de uma opção ao setor ofensivo. Fernandão, mais lento, apareceu em poucas ocasiões.

Ficha técnica
Cruzeiro x Bahia

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 3 de novembro de 2019 (domingo)
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Fifa/PB)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Oberto da Silva Santos (PB)
VAR: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Gols: Fernandão - 20'/2ºT (0-1); Sassá - 28'/2ºT (1-1)

Cartão amarelo: Orejuela, Fred, Henrique (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Orejuela (Cruzeiro)

Cruzeiro
Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Dodô; Éderson, Henrique, Marquinhos Gabriel (Ezequiel), David (Sassá) e Thiago Neves; Fred (Edilson).
Técnico: Abel Braga.

Bahia
Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; João Pedro, Flávio, Élber (Rogério), Marco Antonio (Lucca) e Artur; Fernandão (Arthur Caíke).
Técnico: Roger Machado.

Futebol