Topo

Brasileirão - 2019


Weverton brilha, Palmeiras bate o Ceará no Brasileiro e 'seca' o Flamengo

Do UOL, em São Paulo

02/11/2019 20h53

Depois de vencer o São Paulo, o Palmeiras voltou ao Allianz Parque na noite de hoje (2) e conquistou mais três pontos. Sem apresentar o mesmo futebol do clássico que empolgou a torcida, o time de Mano Menezes contou com brilho de Weverton para bater o Ceará por 1 a 0. Zé Rafael fez o gol da partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a terceira vitória consecutiva no Brasileirão, o Alviverde chega a 63 pontos e diminui, temporariamente, a diferença para o Flamengo para cinco pontos. O Rubro-Negro recebe o Corinthians amanhã. O Vozão permanece com 33.

O Palmeiras faz visita ao Vasco na próxima quarta-feira (6), às 21h30 (de Brasília). O jogo acontece em São Januário. Um dia depois, o Ceará enfrenta o Internacional no Castelão, às 19h30.

Weverton brilha e salva o Palmeiras

Sem apresentar o futebol vistoso da quarta-feira passada, o Palmeiras deu espaços, custou a ampliar a vantagem e sofreu. Graças a Weverton, o resultado foi concretizado. Além de defender um pênalti no primeiro tempo, o goleiro fez defesas importantíssimas na etapa final. Primeiro, em chute de Felipe Silva, foi até o ângulo para espalmar para fora. Depois, Samuel Xavier finalizou de dentro da pequena área e viu o rival operar um verdadeiro milagre. Ainda teve tempo para ele defender chute de Leandro Carvalho.

Os piores: Vitor Hugo e Bergson

Se por um lado Vitor Hugo foi infantil e cometeu um pênalti com um carrinho dentro da área, Bergson se destacou negativamente ao não converter a cobrança. Inspirado, Weverton segurou a barra para o companheiro de zaga, que já havia sido amarelado quando fez a penalidade.

Palmeiras para depois do gol e sofre muito

O time treinado por Mano Menezes começou a partida trocando passes, fazendo triangulações e atacando o time adversário principalmente pelas laterais, com Dudu e Mayke. Quando fez o gol, diminuiu muito o ritmo e não conseguiu retornar ao domínio do jogo. As dificuldades de marcação e superioridade visitante justificam o desempenho do camisa 21.

Ceará modificado dá trabalho ao Palmeiras

Mesmo com desfalques e um time alternativo para a partida deste sábado, a equipe visitante fez boa partida no estádio palmeirense. Depois de tomar o gol, no começo do primeiro tempo, o Ceará saiu ao jogo, ficou com a bola e teve, principalmente no pênalti, a chance de marcar. Na parte defensiva, o Vozão teve problema para acompanhar as jogadas construídas pelas laterais pelo adversário.

Cronologia do jogo

O Palmeiras abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo. Aos 40, Weverton defendeu pênalti cobrado por Bergson. O goleiro pulou para o seu canto direito e evitou que a bola entrasse. Na etapa final, Felipe Silva chegou a empatar, mas o VAR (árbitro de vídeo) anulou por impedimento. O lance demorou a ser revisto, pela proximidade do atacante com o defensor, e gerou polêmica.

Árbitro ameaça expulsar, mas volta atrás

Felipe Fernandes de Lima protagonizou um lance curioso e que revoltou Mano Menezes à beira do campo. Aos 10 minutos da etapa final, Dudu arrancou para cima de Cristóvam e sofreu falta. O árbitro, então, colocou a mão em cima do bolso em que guarda os cartões e parecia que daria o amarelo ao jogador cearense. Mas não passou de ameaça. Vale ressaltar que no primeiro tempo, quando cometeu o pênalti, Vitor Hugo já tinha amarelo e também passou ileso.

Ceará poupa jogadores e 'mexe' com flamenguistas

Além dos desfalques de Mateus Gonçalves (com conjuntivite) e William Oliveira (com sintomas que sugerem virose), cortados de última hora, o Ceará tinha um banco de 'luxo' no Allianz Parque. Nomes como Thiago Galhardo, Ricardinho, Leandro Carvalho e Felippe Cardoso ficaram como opção no banco. A escolha de Adilson Batista fez flamenguistas se revoltarem e criarem até teorias da conspiração.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 CEARÁ

Data e horário: 2 de novembro de 2019, sábado, às 19h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Auxiliares: Felipe Alan Costa de Oliveira e Marcus Vinícius Gomes
Cartões amarelos: Vitor Hugo e Weverton (Palmeiras); Cristóvam e Valdo (Ceará)
Público e renda: 29.019 pessoas e R$ 1.777.812,70
Gol: Zé Rafael, aos 17 minutos do primeiro tempo.

PALMEIRAS
Weverton; Mayke (Jean), Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Lucas Lima); Zé Rafael, Dudu e Deyverson (Henrique Dourado). Técnico: Mano Menezes.

CEARÁ
Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Eduardo Brock e Cristóvam; Fabinho (Ricardinho), Pedro Ken e Auremir (Leandro Carvalho); Felipe Silva; Bergson e Chico (Thiago Galhardo). Técnico: Adilson Batista.