Topo

Futebol


Escalação do Ceará contra Palmeiras gera revolta de flamenguistas

Do UOL, em São Paulo

02/11/2019 20h55

O técnico Adilson Batista promoveu mudanças na equipe titular do Ceará no duelo diante do Palmeiras pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com alguns jogadores que costumam iniciar as partidas fora por questões médicas e outros no banco por decisão do treinador, a escolha gerou comentários negativos nas redes sociais por parte da torcida do Ceará e do Flamengo.

Dos jogadores fora da partida, João Lucas, Juninho Quixadá e Tiago Alves estão lesionados - este último, aliás, está em fase de transição para retornar. William Lima apresentou quadro de conjuntivite e Luiz Otávio foi poupado por apresentar cansaço muscular.

Como opção do treinador, iniciaram no banco de reservas Thiago Galhardo e Ricardinho, jogadores importantes para o Vozão na temporada. Além dos dois, que quase sempre iniciam entre os 11, Leandro Carvalho e Felippe Cardoso também ficaram a disposição de Adilson. Juntos, os quatro jogadores marcaram metade dos gols da equipe na competição. Galhardo foi o único que entrou no intervalo de jogo, enquanto Ricardinho e Leandro Carvalho foram a campo durante a segunda etapa.

As mudanças incomodaram alguns torcedores do Ceará, que criticaram a escalação inicial de Adilson.

A torcida do Flamengo também ficou na bronca com as escolhas de Adilson. O Flamengo, que iniciou a rodada com oito pontos de vantagem para o Palmeiras, pode ver a diferença diminuir para cinco pontos - o Rubro-Negro ainda joga na rodada e recebe o Corinthians amanhã (03), no Maracanã e, caso vença, volta a ficar oito pontos na frente do rival.

Em entrevista coletiva, Adilson Batista justificou as escolhas. "Eu estou desde os 15 anos no futebol. A gente sabe porque esta fazendo. Tenho fisiologista que me passa as coisas, tenho preparador físico, tenho a conversa com os atletas. Isso é pro pessoal da rede social. Tenho convicção naquilo que faço", falou o treinador, que disse não se incomodar com o que os internautas dizem.

Dentro de campo, o Palmeiras venceu por 1 a 0 com gol de Zé Rafael. O Ceará teve chances de empatar a partida, mas Bergson desperdiçou um pênalti, que foi defendido por Weverton, que fez outras grandes defesas e assegurou a vitória alviverde. A partida também foi marcada por polêmica com o VAR, que anulou gol do Ceará por impedimento.

Futebol