PUBLICIDADE
Topo

Atacante do Ceará substituído no 1º tempo se revolta; Adilson releva

Adilson Batista, técnico do Ceará - Divulgação
Adilson Batista, técnico do Ceará Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

13/10/2019 20h25

A vitória do Ceará diante do Avaí por 1 a 0 teve uma cena que chamou atenção. Logo aos 30 do primeiro tempo, a torcida presente no Castelão chamou Adilson Batista de burro quando o treinador resolveu tirar o atacante Mateus Gonçalves e colocou Bérgson, que acabou marcando o gol da vitória.

Além do torcedor, Mateus também ficou bastante irritado. Ao sair de campo, ele apenas tocou na mão oferecida pelo técnico e foi direto para o vestiário. Só voltou depois que dois dos jogadores da equipe que estavam no banco de reservas foram busca-lo. O comandante do Ceará foi perguntado na coletiva sobre a reação do jogador: "É normal. Eu pedi compreensão para ele. Ele ficou chateado e me pediu desculpa no intervalo. Resolvido"

Em diversos momentos durante a coletiva, o comandante do Ceará fez questão de deixar claro que sua prioridade é o grupo. "O importante é o atleta perceber que isso é em benefício do coletivo. O coletivo em primeiro lugar sempre", disse.

Sobre as vaias da torcida, Adilson minimizou a reação negativa. "Agradeço ao torcedor que veio, apoiou. Faz parte. Muito obrigado a eles pelo apoio"

Foi a primeira vitória de Adilson Batista comandando o Ceará. Com os 3 pontos, a equipe cearense saiu da zona de rebaixamento. Agora, viaja a São Paulo para encarar na quinta-feira o Santos, na Vila Belmiro.

Ceará