Topo

Futebol


Renato Gaúcho cita retranca e justifica empate: "Destruir é mais fácil"

Do UOL, em Porto Alegre

05/10/2019 21h53

Renato Gaúcho atribuiu o empate sem gols entre Grêmio e Corinthians ao time alvinegro. Hoje (5), logo depois da partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador gremista afirmou que 'destruir é muito mais fácil' ao se referir a equipe de Fábio Carille.

O empate sem gols repetiu o enredo do primeiro turno, quando Corinthians e Grêmio ficaram no 0 a 0 em jogo marcado por pênalti assinalado e depois anulado com auxílio do VAR.

"O time não jogou mal, gostei da nossa equipe. O problema é que a gente pega adversários, nada contra, cada um joga do jeito que entende ser melhor, mas é muito mais fácil no futebol destruir do que construir. Bota fácil nisso, é muito mais fácil mesmo. A gente tentou de todas as formas, não conseguimos furar o bloqueio deles. Faltou o gol", disse Renato.

Mais adiante, o treinador do Grêmio voltou a ser questionado sobre o desempenho do Grêmio e repetiu a frase sobre defender ou atacar.

"Gostei da equipe, só faltou o gol. O Corinthians se defende muito e muito bem. Dificilmente dá espaços. Tentamos de todas as formas furar o bloqueio. Algumas vezes até furamos, mas não conseguimos fazer o gol. No futebol, é muito mais fácil destruir do que construir. No momento em que eles se fecham, e eles jogam assim há tempos, é complicado. Mas nem por isso dá para dizer que nosso time jogou mal ou pouco", reiterou Portaluppi.

No primeiro tempo, o Grêmio chegou a bater 81% de posse de bola e foi para o vestiário sem nenhuma chance clara de gol. Na etapa final, o índice de controle do jogo baixou um pouco. O cenário, entretanto, permaneceu igual.

O Grêmio volta a campo diante o Ceará, quarta-feira, em Caxias do Sul.

Mais Futebol