Topo

Futebol


Clube-empresa: grandes do RJ rejeitam "mordida" maior na venda de atletas

Clubes do Rio se reuniram na sede da Ferj - Ursula Nery/FERJ
Clubes do Rio se reuniram na sede da Ferj Imagem: Ursula Nery/FERJ

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/09/2019 11h35

Em reunião realizada na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), com a presença de representantes dos integrantes da Série A fluminense, os dirigentes das agremiações debateram o Projeto de Lei (PL) que trata da criação do clube-empresa. Entre algumas divergências, uma unanimidade: todos demonstraram contrariedade com a mudança do regime de tributação, que passaria de cerca de 5% para algo como 27,5%, dobrar a venda de atletas.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras informações de bastidor, acesse a coluna De Primeira.

Mais Futebol