Topo

Brasileirão - 2019


Bahia empata com o Fortaleza e termina primeiro turno colado no G6

Do UOL, em São Paulo

15/09/2019 17h53

Invicto há oito jogos no Campeonato Brasileiro, o Bahia se recuperou rapidamente do gol sofrido no começo do jogo e empatou por 1 a 1 com o Fortaleza hoje (15), na Arena Fonte Nova. A partida foi válida pela 19ª rodada, a última do primeiro turno da competição.

O Fortaleza abriu o placar aos dez minutos com um golaço de Felipe Pires. Porém, apenas quatro minutos depois, o vice-artilheiro do campeonato Gilberto bateu pênalti no canto direito e igualou o placar.

O empate não ajudou o Bahia a terminar o turno no G6. O time de Salvador ocupa a sétima colocação com 31 pontos, um a menos que o São Paulo, que empatou com o CSA na rodada. Já o Fortaleza encerra essa metade do campeonato na 13ª posição com 22 pontos. Atrás e com a mesma pontuação do rival Ceará, que é 12º.

Na próxima rodada, o Fortaleza recebe o Palmeiras na Arena Castelão. Já o Bahia viajará para São Paulo, onde enfrentará o Corinthians.

Foi bem: Apesar dos pesares, Gilberto é destaque

Artilheiro do Bahia no campeonato, Gilberto fez o gol que deu o empate ao time de Salvador. Ele também foi responsável pelas melhores chances, mas protagonizou uma furada digna de piada: chutou o vento e caiu sozinho no gramado.

Foi Mal: Wellington Paulista é destaque negativo

Pouco acionado para finalizações, o centroavante teve atuação bem discreta na Fonte Nova. Além da pouca eficiência no ataque, Wellington Paulista ainda levou o seu terceiro cartão amarelo, após falta em Nino Paraíba, e fica de fora do confronto com o Palmeiras na próxima rodada.

Bahia deve tudo ao pênalti

O time de Roger Machado deve agradecer ao pênalti por conseguir sair com um ponto do jogo. A equipe não conseguiu apresentar a mesma ofensividade que tem sido sua marca no Brasileirão. Seu artilheiro, Gilberto, converteu a penalidade, mas furou em um lance e estava impedido em outra boa oportunidade.

Fortaleza satisfeito com o resultado?

O Fortaleza chegou ao gol com apenas dez minutos de jogo, sofreu o empate logo em seguida e parece ter saído satisfeito com o empate. No segundo tempo, Zé Ricardo tirou dois atacantes para a entradas de Matheus Vargas e Edinho, dois homens de meio campo, e deixou apenas Wellington Paulista, que não fez grande jogo, à frente. A defesa funcionou bem e conseguiu impedir os poucos avanços feitos pelo Bahia na etapa complementar.

Cronologia do Jogo

O jogo começou muito agitado na Arena Fonte Nova. Com apenas 9 minutos, Osvaldo disparou no contra-ataque e encontrou Felipe Pires, que esperou a saída do goleiro Douglas para bater por cima e abrir o placar. No minuto seguinte, o Bahia conseguiu chegar à área, e Carlinhos parou o drible feito por Artur na linha de fundo com falta. O juiz marcou a penalidade, convertida por Gilberto.

Os times continuaram atacando antes do intervalo. Romarinho chegou a arriscar de fora da área, obrigando Douglas a fazer grande defesa. O Bahia desperdiçou um ótimo contra-ataque com Gilberto furando após receber o cruzamento de Artur.

No segundo tempo, a partida perdeu muito em relação à qualidade apresentada antes do intervalo. Na melhor chance do Bahia, Gilberto estava em posição de impedimento. A chuva que caiu nos minutos finais também prejudicou o desempenho dos times. No fim, o empate acabou sendo um resultado justo.

"#LevanteBandeira"

Considerado um dos times mais engajados com causas sociais no Brasil, o Bahia colocou as cores que representam a comunidade LGBT nas bandeiras de escanteios da Fonte Nova no jogo de hoje (15). A ação contra a homofobia nos estádios foi divulgada ontem (14) por meio de um vídeo e um manifesto publicado nas redes sociais do clube.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 1 FORTALEZA

Torneio: Campeonato Brasileiro (19ª Rodada)
Data: 15/09/2019
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Luiz Cláudio Regazone (ambos do RJ)
VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Público e Renda: 38.092 pagantes / R$ 822.359
Gols: Felipe Pires aos 10 (Fortaleza) e Gilberto aos 14 (Bahia), ambos no primeiro tempo.
Cartões Amarelos: Moisés (Bahia) e Wellington Paulista (Fortaleza)

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Guerra (Arhur Caíke); Artur (Fernandão), Gilberto e Lucca (Élber). Técnico: Roger Machado

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe, Gabriel Dias e Romarinho (Mateus Alessandro); Osvaldo (Matheus Vargas), Wellington Paulista e Felipe Pires (Edinho). Técnico: Zé Ricardo

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que informado anteriormente, o público presente na partida foi de 38 mil pessoas. O número foi divulgado erroneamente pelo próprio Bahia. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.