Topo

Brasileirão - 2019


São Paulo empata com CSA, aumenta jejum de vitórias e fica fora do G-4

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

15/09/2019 20h56

O São Paulo pressionou quase o jogo todo e arrancou o empate no fim. Depois de ver o CSA abrir 1 a 0 em pleno Morumbi na noite de hoje (15), o Tricolor foi buscar o 1 a 1 com Reinaldo aos 41 do segundo tempo. Héctor Bustamante foi o autor do gol dos visitantes, em partida que encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Com o empate, a equipe de Cuca chega a quatro jogos sem vitória. Agora com 32 pontos, em sexto, iguala o Corinthians, mas não ultrapassa o rival por conta do saldo de gols (9 a 8). O CSA chega a 16 pontos e segue na zona do rebaixamento.

O São Paulo volta a campo pelo Brasileirão no próximo sábado (21), contra o Botafogo, às 11h (de Brasília), no Engenhão. O CSA recebe o Ceará um dia depois, às 16h.

Os melhores: Hernanes e Bustamante

No São Paulo, Hernanes foi o principal criador de jogadas e passou perto de marcar várias vezes com chutes perigosos. O camisa 15 mostrou que está com a habilidade em dia e abusou dos dribles para abrir espaço diante de uma defesa fechada. Pelo CSA, o destaque foi o paraguaio Bustamante. Além do gol, ele infernizou Reinaldo pela ponta direita e deu bons passes no ataque.

O pior: Everton é ofuscado por Reinaldo

Escalado pelo lado esquerdo do ataque, Everton participou pouco do primeiro tempo, principalmente porque foi ofuscado pelas boas chegadas de Reinaldo no setor. Acabou substituído por Pato no intervalo, mas a mudança não surtiu muito efeito. O camisa 7 começou a etapa final de forma sonolenta.

Daniel Alves joga na lateral e sofre com Apodi

Pela primeira vez desde sua chegada ao São Paulo, Daniel Alves jogou em sua posição de origem, a lateral direita, em vez de atuar no meio-campo. A atuação do camisa 10, porém, foi discreta. O início até foi promissor, com bons passes encontrando Everton e Pablo na frente, mas depois ele sofreu com uma marcação praticamente individual de Apodi, que o perseguiu pelo campo todo. A melhor participação do astro foi uma cobrança de falta que passou muito perto do gol. Na defesa, Daniel também teve problemas com a velocidade de Apodi e precisou cometer algumas faltas. Já na reta final do jogo, Cuca devolveu Daniel Alves para uma função de armação no meio, deixando Tchê Tchê aberto pela direita.

São Paulo bombardeia, mas bola não entra

O São Paulo tomou a iniciativa do jogo desde o início e pressionou o CSA praticamente o tempo todo, mas, apesar do alto número de finalizações, sofreu demais para acertar o alvo. Só no primeiro tempo, foram inúmeras chances claras de gol perdidas: cabeçada de Hernanes para fora, chute errado de Pablo dentro da área, batidas cruzadas de Reinaldo, bolas travadas de Hernanes após boas jogadas individuais... Faltou precisão no momento decisivo para transformar o domínio em gol.

CSA se segura como pode e tenta contra-atacar

Com postura bastante defensiva, o CSA tentou segurar o ímpeto do time da casa do jeito que pôde e conseguiu passar ileso pelo bombardeio do primeiro tempo. O goleiro Jordi esteve atento, e a zaga formada por Alan Costa e Luciano Castán travou vários lances de perigo. Na frente, o principal escape no contra-ataque foi a velocidade de Apodi, que jogou como ponta esquerda e fez duelo interessante com Daniel Alves. Na etapa final, o contragolpe foi a arma principal dos alagoanos.

Cronologia do jogo

Praticamente só o São Paulo atacou no primeiro tempo. Em um verdadeiro bombardeio, a equipe da casa falhou na pontaria. Somente Reinaldo teve três boas chances: a melhor, aos 41, só não entrou porque um carrinho salvador desviou a bola para escanteio. Pouco antes, aos 39, o camisa 6 aproveitou o fato de Jordi ter saído do gol e bateu rapidamente um lateral na área. No bate e rebate, o chute de Antony acabou bloqueado.

No segundo tempo, os visitantes voltaram diferentes e logo acertaram a trave em chute de Euller da entrada da área. Aos 9, Apodi recebeu na esquerda e acionou Alecsandro. O atacante achou Naldo, que, esperto, rapidamente encontrou Bustamante para abrir o placar. Depois, Pato tentou, em falta aos 29, mas o chute foi para fora. Arboleda, aos 31, completou escanteio sem muito êxito. Somente aos 41, depois de falta alçada na área, Reinaldo pegou rebote e igualou.

GPS de Naldo cai, e Reinaldo entrega a Argel

Em disputa com Hernanes, o aparelho de GPS de Naldo, do CSA, caiu no gramado. Ao ver no chão o chip que monitora os jogadores em campo e colhe informações como velocidade e distância percorrida, Reinaldo pegou e entregou a Argel Fucks, técnico adversário.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 CSA

Data e horário: 15 de setembro de 2019 (domingo), às 19h (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Héber Roberto Lopes
Auxiliares: Helton Nunes e Éder Alexandre
Cartões amarelos: Pato (São Paulo); Jordi, Bruno Alves e Jean Kléber (CSA)
Gols: Héctor Bustamante, aos 9', e Reinaldo, aos 41 minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Liziero (Igor Gomes), Tchê Tchê e Hernanes; Antony (Toró), Everton (Pato) e Pablo. Técnico: Cuca.

CSA
Jordi; Apodi, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, João Vitor, Dawhan e Euller (Jean Kléber); Héctor Bustamante (Bruno Alves) e Alecsandro (Alisson Safira). Técnico: Argel Fucks.