Topo

Futebol


Selecionáveis e desfalque: como Sampaoli pode montar Santos contra Flamengo

Ivan Storti/Santos FC
Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

10/09/2019 18h22

Resumo da notícia

  • Selecionáveis terão apenas um treino antes do jogo contra o Flamengo
  • Diego Pituca, intocável com Sampaoli, está suspenso e Santos ainda não tem um substituto
  • Evandro e Victor Ferraz, no DM, ainda não são presença certa no jogo

O técnico Jorge Sampaoli terá a dura missão de tentar parar o Flamengo no Maracanã, neste sábado, quando o Santos visita o clube carioca, às 17h, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida vale o título simbólico do primeiro turno do torneio e o argentino contará com o retorno dos quatro selecionáveis do elenco santista para auxiliar na tarefa, mas já sabe que terá ao menos um desfalque importante para o confronto.

Enquanto Jorge, Derlis González, Soteldo e Cueva, esse último não muito utilizado, retornam, Sampaoli não terá o volante Diego Pituca à disposição. O "motorzinho" do Peixe recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. Pituca perdeu apenas um jogo na competição, justamente cumprindo suspensão, e foi titular em todos os outros 17.

Habituais titulares do time de Sampaoli, Jorge, Derlis e Soteldo só participarão de um treino antes da partida contra o Flamengo, na sexta-feira. O Peixe viaja ao Rio de Janeiro ainda na sexta, então o treino deve ser mais rápido, como o argentino costuma fazer em dias em que o Santos treina e viaja logo depois.

Assim, Sampaoli terá de esboçar o time nos treinamentos de quarta e quinta-feira sem os três atletas. Se optar por manter a formação do último jogo, Felipe Jonatan, Marinho e Eduardo Sasha ocupariam as vagas, com Uribe centralizado. A tendência, no entanto, é que o centroavante colombiano não inicie a partida e perca a vaga para Soteldo, peça-chave do esquema de Sampaoli e principal destaque do Santos no torneio, com Sasha retornando para a função de camisa 9.

Pela importância na equipe, Jorge deve retornar ao time titular, mas o lado direito do ataque segue uma incógnita. Marinho pode voltar a ficar com a vaga tendo em vista que Derlis não era titular absoluto e terá apenas um treinamento, mas o fato do paraguaio ter um poder maior na recomposição pesa para o lado dele na partida fora de casa. Marinho foi titular do Peixe em cinco jogos, sendo todos em casa. Nas demais partidas ou Derlis foi o escolhido ou Sasha foi deslocado para a ponta.

Outras duas dúvidas de Sampaoli se encontram em Victor Ferraz e Evandro, que estão no Departamento Médico e não participaram do jogo-treino da última segunda-feira. O Peixe, no entanto, acredita que os dois estarão à disposição no sábado.

O técnico argentino já deu declarações que prefere utilizar a linha de três zagueiros atrás quando o time adversário possui uma transição rápida no ataque. Sampaoli conhece bem o atacante Bruno Henrique e tentou de tudo para que o atleta ficasse no Santos no início do ano. Assim, a tendência é que os três defensores sejam mantidos.

A tarefa mais difícil fica por conta de substituir o volante Diego Pituca. Sem um jogador no elenco com as mesmas características do camisa 21 desde a saída de Jean Lucas, Sampaoli pode optar por Alison para dar mais consistência defensiva, ou formar um meio-campo com Sánchez e Evandro, tendo dois meias que saem mais para o jogo.

Um possível Santos para encarar o Flamengo é: Everson; Gustavo Henrique, Felipe Aguilar e Lucas Veríssimo; Victor Ferraz, Alison (Sánchez), Evandro e Jorge; Soteldo, Marinho (Derlis) e Eduardo Sasha. O clube carioca vem de cinco vitórias consecutivas dentro de casa, sendo que a última derrota ocorreu em abril, quando perdeu para o Peñarol (URU) pela Copa Libertadores da América.

Futebol