Topo

Futebol


Galiotte respalda Mattos e destaca chateação do elenco após Libertadores

Cesar Greco/SE Palmeiras
Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

01/09/2019 15h03

O Palmeiras não vive um bom momento depois da volta dos times brasileiros após a Copa América, com poucas vitórias e eliminações na Copa do Brasil e da Copa Libertadores da América. Para o presidente Maurício Galiotte, o momento é de reflexão e de continuação do trabalho, afirmando que a comissão técnica e o diretor de futebol do clube Alexandre Mattos permanecerão no grupo alviverde.

"A gente entende o momento do torcedor, a chateação que fica depois de ser eliminado. Eu também sou um torcedor e tínhamos uma expectativa muito grande. A frustração é do tamanho dos objetivos. Ficamos muito chateados. O Alexandre Mattos iniciou o projeto em 2015, está com a gente desde então. É um ganhador, temos muita confiança. Ele é e continuará sendo o diretor de futebol do Palmeiras, assim como o restante do grupo que continua trabalhando normalmente", afirmou o dirigente assim que chegou ao estádio do Maracanã para o confronto diante do Flamengo.

Além de ressaltar a permanência da comissão técnica e de Mattos, o atual presidente do Palmeiras também comentou a eliminação do clube nas quartas de final da Libertadores. O time alviverde iniciou o jogo de volta, realizado no Pacaembu, com um boa vantagem e se despediu do torneio continental depois de levar a virada do Grêmio.

"Todo torcedor do Palmeiras nesse momento está chateado. Eu estou, o Felipão o Mattos, os jogadores. Tivemos um resultado muito bom no Sul e novamente, assim como em 2018, perdemos a classificação em cinco minutos ruins. Temos que pensar no que fazer para melhorar, para ser ainda melhores. Nós temos um trabalho muito sério, muito comprometido. No próximo ano vamos estar brigando pelo título também. É importante pensar que em todos os torneios que entramos temos chances reais de título, algo que não acontecia antigamente. Vem toda essa angústia. Mas temos que passar bem por esse momento para continuar brigando pelos próximos títulos", comentou Galiotte.

Por fim, o presidente afirmou que o Verdão irá brigar pelo título do Campeonato Brasileiro de 2019 e que todos do elenco estão comprometidos em levantar o caneco pela segunda vez consecutiva.

"Há sessenta dias nós éramos o time a ser batido, estávamos muito bem e agora não podemos pensar que tudo está errado. Esse jogo é muito importante para a gente continuar brigando pelo título. Estamos todos chateados, mas temos chances reais de sermos campeões brasileiros, isso é um fato", finalizou.

Mais Futebol