Topo

Jogo com Flamengo é teste para pilar de novo momento do Inter

Internacional tem na defesa o pilar de sua reconstrução, e passará por teste contra o Fla - Ricardo Duarte/Inter
Internacional tem na defesa o pilar de sua reconstrução, e passará por teste contra o Fla Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

20/08/2019 12h00

O Internacional vive um novo momento. Depois de sofrer na Série B e se reconstruir no Brasileiro de 2018, o time está consolidado e disputando coisas importantes no ano. E o pilar para isso é o setor defensivo, que será testado no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, contra o Flamengo.

O divisor de fases do Inter foi um jogo em que a defesa segurou um adversário entre os mais fortes do país no momento. Foi o Gre-Nal que terminou 0 a 0, em 12 de maio do ano passado, na Arena, que mostrou o caminho para consolidação de equipe. E Odair Hellmann percebeu.

Antes ameaçado de demissão, o treinador encontrou a fórmula e não se omitiu em aplicá-la jogo após jogo. Um tripé central com um volante entre os zagueiros e dois marcadores logo à frente. Os jogadores de lado acompanhando os laterais adversários e uma linha encaixada de quatro defensores cuja aplicação tem dado resultado. Este é o resumo do Inter.

Foi Dourado e agora é Lindoso quem cuida do meio. Edenílson e Patrick fazem a linha seguinte. Com a lesão do primeiro, Nonato entra em funções idênticas. E a zaga com Bruno, antes Zeca, Moledo, Cuesta e Uendel, após a venda de Iago, dão suporte a Marcelo Lomba.

E principalmente pela dupla central. Última linha antes da meta vermelha, Moledo e Cuesta vivem grande fase. Com a dupla titular em campo, o Colorado não sofre gols há 520 minutos. São cinco jogos de invencibilidade, contra Palmeiras, Nacional (duas vezes), Cruzeiro e Corinthians.

"Todo ataque do Flamengo tem jogadores qualificados. Temos que continuar o que temos feito com a equipe toda. Vai ser difícil. Mas trabalhamos e estamos prontos para isso", disse o zagueiro Victor Cuesta.

Porém, o jogo contra o Flamengo colocará do lado oposto um time embalado e muito ofensivo. Nos últimos cinco jogos, a equipe treinada por Jorge Jesus venceu quatro e só perdeu um. Marcou surpreendentes 12 gols. Considerando os últimos 10 jogos, o Flamengo só não marcou duas vezes, contra Bahia e Emelec. Em todos os outros compromissos, fez ao menos um gol.

"A gente tem feito bons jogos. É claro que o time adversário, jogando em casa, sempre tem um ímpeto muito grande. Temos que nos preparar. O Odair tem nos treinado e passou alguns pontos que o Flamengo é forte e outros que podemos nos aproveitar. Não posso falar muita coisa para não entregar nossa estratégia", disse o volante Rodrigo Lindoso.

Inter e Flamengo começam a disputar uma vaga na fase semifinal da Libertadores nesta quarta-feira às 21h30 (de Brasília), no Rio de Janeiro.