Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Júnior Urso mata "saudade" de marcar e Boselli celebra: "Retomar confiança"

Do UOL, em São Paulo

07/08/2019 21h28

O volante Júnior Urso chegou a cinco gols pelo Corinthians na temporada ao marcar o primeiro da vitória por 2 a 0 hoje, contra o Goiás, em jogo atrasado da 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Criticado por alguns torcedores e com a titularidade ameaçada pela boa sequência de jogos do reserva Matheus Jesus na posição, o camisa 30 deixou sua marca aos 24 minutos do segundo tempo, com assistência de Clayson, e encerrou um jejum de nove partidas - ele não marcava desde 30/5, contra o Deportivo Lara, pela Copa Sul-Americana.

"Fiquei muito feliz por marcar de novo. Estava com saudade de marcar com a camisa do Corinthians. Já era muito tempo me cobrando para chegar mais na frente e marcar um gol. Mas antes de tudo preciso parabenizar o Clayson pela jogada, pelo passe. É um gol que nos credencia a brigar no topo da tabela", disse Júnior Urso, ainda no intervelo da partida.

Urso é o quarto principal artilheiro do Corinthians em jogos oficiais no ano, atrás de Gustavo (9), Vagner Love (8) e Danilo Avelar (6), empatado com Clayson e Pedrinho (5). Além da partida na Venezuela, ele também marcou contra Ferroviária, Ceará e Avenida. Diante do Goiás, o volante começou como titular e foi substituído justamente por Matheus Jesus somente aos 43 minutos do segundo tempo.

Júnior Urso marcou após assistência de Clayson aos 24 minutos do primeiro tempo na Arena - Alan Morici/AGIF
Júnior Urso marcou após assistência de Clayson aos 24 minutos do primeiro tempo na Arena
Imagem: Alan Morici/AGIF

Outro que teve chance como titular e aproveitou foi o atacante Mauro Boselli. Escalado no lugar de Vagner Love, o argentino jogou os 90 minutos e marcou aos 41 do segundo tempo, em cobrança de pênalti cometido por Rafael Vaz após tocar a bola com a mão na área do Goiás. Ele havia marcado contra o Fortaleza, na última oportunidade que teve no Brasileirão, e celebra o quarto gol oficial pelo Corinthians em um momento de muitas especulações sobre seu futuro.

"Tínhamos que ganhar o jogo de hoje para ficar lá em cima, estamos trabalhando muito por isso. Agora é descansar bem para continuar neste bom ritmo. É importante ter a confiança do treinador e os companheiros. Fiz um gol de pênalti, mas é importante para retomar a confiança", disse o atacante, que esperou três minutos entre a marcação do pênalti pela arbitragem e a confirmação pelo VAR: "É horrível ver os minutos passando (risos). Mas eu já tinha decidido onde bater".