Topo

Futebol


Atlético-MG vence o Botafogo no Horto e avança na Sul-Americana

Fabio Santos, do Atlético-MG em disputa de bola com Marcinho, do Botafogo, durante partida pela Copa Sul-Americana - DOUGLAS MAGNO / AFP
Fabio Santos, do Atlético-MG em disputa de bola com Marcinho, do Botafogo, durante partida pela Copa Sul-Americana Imagem: DOUGLAS MAGNO / AFP

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

31/07/2019 23h22

O Atlético-MG está nas quartas de final da Sul-Americana. O pênalti convertido por Fábio Santos e o gol de Vinícius garantiram a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo no estádio Independência, pelas oitavas de final. O jogo de ida, no Engenhão, também foi vencido pelo Galo - 1 a 0 na ocasião.

Com o resultado, o time de Belo Horizonte já sabe quem será o seu adversário nas quartas de final do torneio continental. Os comandados de Rodrigo Santana enfrentarão o Deportivo La Equidad, da Colômbia, na próxima fase.

Quem foi bem: Jair se destaca e é ovacionado no Independência

Jair foi o principal nome do Atlético no confronto. Com boa marcação, o volante comandou o meio de campo e evitou que nomes como João Paulo e Alex Santana fizessem jogadas de perigo no confronto. Ambos se tornaram presa fácil para a forte marcação do meio-campista atleticano. Ele, inclusive, sofreu um pênalti aos 28 minutos da etapa final. O lance fez com que o jogador fosse ovacionado pela torcida que compareceu ao estádio para assistir ao confronto.

Quem foi mal: Chará acumula erros e pouco acrescenta ao ataque

Yimmi Chará não foi bem no jogo de hoje. O atacante, que atuou nas duas pontas, não conseguiu criar boas chances de gol devido aos erros de passe e à boa marcação do Botafogo. Ele foi desarmado em sete oportunidades, uma delas em que estava dentro da área do Botafogo e de frente para o goleiro Gatito Fernández.

Ricardo Oliveira tem nova chance, mas ultrapassa mil minutos sem gol

Ricardo Oliveira teve uma nova oportunidade entre os titulares do Atlético-MG na noite de hoje. No entanto, passou em branco mais uma vez. E o tempo sem marcar gols já supera a casa dos mil minutos, algo inédito desde a sua chegada à Cidade do Galo, em janeiro do ano passado. Com o jogo de hoje, o camisa 9 chegou a 1.024 minutos - 14 partidas - sem estufar as redes.

Atlético aposta em contra-ataques no início, mas muda postura

O Atlético se fechou no campo de defesa durante a primeira etapa da partida e até levou alguns sustos do Botafogo. Com menos posse de bola, o time da casa só chegou ao setor ofensivo por meio de contra-ataques e finalizações de longa distância. A equipe, no entanto, mudou de postura na volta do intervalo. Com as linhas mais altas, o time passou a criar mais chances de perigo. Em uma delas, Vinicius por pouco não balançou a rede de Gatito Fernández.

Botafogo tem mais posse e até acerta a trave do Atlético

Com mais posse de bola, sobretudo no primeiro tempo, o Botafogo controlou as ações do jogo disputado no Independência. Os visitantes se apoiaram nas investidas pelo lado direito do ataque, com Marcinho e Rodrigo Pimpão, e levaram perigo à meta de Cleiton em algumas oportunidades. O lateral direito, homem da bola parada do time carioca, até acertou a trave do Galo em uma cobrança de falta pelo lado do campo.

Fábio Santos volta a marcar de pênalti após quase dois meses

Cobrador oficial de pênaltis do Atlético, Fábio Santos balançou a rede de Gatito Fernández na noite de hoje, em vitória por 2 a 0, no jogo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O lateral esquerdo bateu cruzado e mandou no ângulo esquerdo do goleiro. A última vez que ele havia feito um gol foi em 2 de junho passado, no triunfo por 4 a 0 sobre o CSA. Desde então, ele não teve novas chances de cobrar pênaltis para o Galo.

Vinícius marca nos dois jogos e decide em prol do Atlético

Escolhido para a vaga de Juan Cazares, que se recupera de uma conjuntivite, Vinícius foi o grande nome do duelo contra o Botafogo, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O meia-atacante marcou um no jogo de ida e outro na volta para se destacar com as cores da equipe. Na partida de hoje, ele tentou passe para Ricardo Oliveira, que falhou na finalização. No rebote, mandou no canto esquerdo, sem chances para Gatito Fernández.

Franco Di Santo assiste ao Atlético-MG no Independência

Reforço do Atlético-MG, jogador Franco Di Santo (esquerda) aparece no Horto - Thiago Fernandes/UOL
Reforço do Atlético-MG, jogador Franco Di Santo (esquerda) aparece no Horto
Imagem: Thiago Fernandes/UOL

Franco Di Santo, novo reforço do Atlético-MG, apareceu no Independência na noite de hoje. O atacante era esperado até amanhã na capital mineira para realizar exames médicos e assinar o novo contrato com o clube mineiro. No entanto, foi ao estádio para assistir ao jogo contra o Botafogo, pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Os detalhes envolvendo a chegada do atleta serão divulgados após o confronto. Ele acompanhou o jogo ao lado de Mattias, um de seus agentes e sócio de Gustavo Goñi.

Rogério Micale assiste ao jogo ao lado de cúpula do Atlético

Ex-técnico do Atlético-MG, Rogério Micale acompanha jogo contra o Botafogo - Thiago Fernandes/UOL
Ex-técnico do Atlético-MG, Rogério Micale acompanha jogo contra o Botafogo
Imagem: Thiago Fernandes/UOL

Sem clube desde que deixou o Figueirense, em novembro do ano passado, Rogério Micale esteve no Independência para assistir ao jogo do Atlético contra o Botafogo. O técnico soma três passagens pelo time mineiro, sendo duas na base e uma no profissional. Ele ficou ao lado de membros da cúpula e pessoas ligadas ao Banco BMG na ida ao estádio.

Ficha técnica
Botafogo x Atlético-MG

Motivo: volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 31 de julho de 2019 (quarta-feira)
Horário: às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (BRA)
VAR: Leodan González (URU)

Cartão amarelo: Vinícius, Jair (Atlético-MG); Luiz Fernando (Botafogo)

Gols: Fábio Santos - 31'/2ºT (1-0); Vinícius - 40'/2ºT (2-0)

Atlético-MG
Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair (Zé Welison), Elias, Yimmi Chará (Luan), Vinícius e Rómulo Otero (Geuvânio); Ricardo Oliveira.
Técnico: Rodrigo Santana.

Botafogo
Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Cícero e Gilson; João Paulo (Alan Santos), Luiz Fernando, Gustavo Bochecha (Igor Cássio), Alex Santana e Rodrigo Pimpão (Leo Valencia); Diego Souza.
Técnico: Eduardo Barroca.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, a partida terminou 2 a 0, e não 1 a 0. Além disso, o jogo foi válido pela Copa Sul-Americana, e não pela Copa do Brasil. Os erros foram corrigidos.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol