Topo

Sem proposta por Everton, Grêmio admite ter 'avalanche' de consultas

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

18/07/2019 12h00

O Grêmio afirma não ter proposta oficial por Everton, artilheiro do time de Renato Gaúcho e destaque da seleção brasileira na Copa América. Apesar de dizer que as ofertas ainda não chegaram, a diretoria do clube gaúcho admite consultas. Nos bastidores, o termo usado para explicar os dias recentes é "avalanche" de sondagens.

Até pelo volume de procura, o Grêmio imagina que receberá propostas por Everton nos próximos dias. A ideia da cúpula é a mesma: só liberar o jogador mediante 40 milhões de euros (R$ 168 milhões) por 50% dos direitos econômicos, o que torna a operação complexa.

"Nós da direção, o presidente principalmente, que é quem toca o assunto e depois repassa ao Conselho de Administração e a todos nós, estamos tranquilos. Estamos acostumados com essa situação, o Grêmio vendeu o Arthur e foi algo parecido. Mas o que quero ressaltar é a atitude do Everton e do empresário dele. Ele tem sido sincero, fala que tem conversado. A gente sabe que é assim, os caras falam primeiro com o jogador. Não chegou nada, não temos nada, mas o Everton está sempre disposto a jogar. Esse menino vale ouro", disse Duda Kroeff, vice de futebol do Grêmio.

O Arsenal é um dos interessados em Cebolinha, mas outros clubes também fizeram contato com dirigentes e membros do estafe de Everton. A conversa com diretores do Grêmio foi para buscar parâmetros financeiros do negócio.

"Essas coisas não se resolvem tão rápido. Realmente não chegou nada, a gente sabe das sondagens, mas ele está à disposição para sábado (quando o Grêmio visita o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro)", reiterou Kroeff.

A preferência de quem cuida da carreira de Everton é fechar com um clube inglês, pelo status do campeonato e valor agregado do mercado. O recente desembarque de Edu Gaspar, ex-diretor da seleção brasileira, ao Arsenal fomenta ainda mais a possibilidade de negócio.

Grêmio