Topo

Por que Arboleda é o único titular negociável no elenco do São Paulo

Arboleda completou dois anos de São Paulo no mês passado - Marcello Zambrana/AGIF
Arboleda completou dois anos de São Paulo no mês passado Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

10/07/2019 14h40

O São Paulo tem adotado um discurso de preservação do elenco no meio da temporada, principalmente quando o assunto é o time titular. A única exceção é Robert Arboleda. O equatoriano completou em junho dois anos de clube, já não é mais tão jovem assim e tem o desejo de atuar na Europa. É por isso que o zagueiro tem um tratamento diferente da diretoria neste momento.

Enquanto os cartolas dizem que estão barrando as equipes europeias ainda na fase de sondagem aos atletas criados em Cotia - só Antony teve uma oferta recusada, de fato -, no caso de Arboleda eles estão abertos a receber propostas. Isso ficou definido após conversas com a comissão técnica, que confia nos outros defensores do elenco, e também com o estafe de Arboleda.

Com duas temporadas no Tricolor, sempre como titular, ele conseguiu se valorizar bastante e entrou na mira de equipes do exterior - o Atlético de Madri chegou a sondá-lo. Ao explicar ao São Paulo a vontade de ir para a Europa antes de ficar mais velho - tem 27 anos - e diminuir as chances de uma transferência, recebeu um sinal positivo dos dirigentes.

Só que, até aqui, as propostas que chegaram ao Morumbi não foram consideradas vantajosas para liberar o beque que defendeu a seleção do Equador na Copa América. A diretoria conversou com Arboleda, explicou que também quer sair beneficiada da história e decidiu mantê-lo no grupo no Campeonato Brasileiro. Quando uma oferta chegar perto dos valores planejados, aí sim as conversas recomeçam.

"Arboleda é jogador do São Paulo e vai ajudar bastante. É um atleta de seleção, de alto nível e que chamou a atenção de vários clubes recentemente. Se chegar proposta do nível que ele merece, vamos falar com ele. Com os garotos, a gente já conversa para explicar porque não vai ter proposta e por que eles vão ficar. Com o Arboleda, vamos dividir com ele a decisão, por ser outro momento da carreira. Mas, por enquanto, a gente conta com ele", ponderou o diretor-executivo de futebol Raí.