Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Como Corinthians planeja ganhar ritmo em amistosos sem cansar titulares

Após dez dias de folga, elenco se prepara para três amistosos nesta parada da Copa América - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Após dez dias de folga, elenco se prepara para três amistosos nesta parada da Copa América Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

25/06/2019 12h00

A metade final da temporada já começou para o Corinthians, que desde ontem treina de olho no segundo semestre de 2019. O período de preparação é de três semanas, e Fábio Carille tem três amistosos seguidos para fazer o time ganhar ritmo sem que os titulares se desgastem antes mesmo do retorno às competições oficiais.

Quem explica o plano é o preparador físico Walmir Cruz. "A ideia é usar duas equipes contra o Botafogo-SP, uma em cada tempo. Contra o Vila Nova-GO vamos deixar o pessoal [titular] jogar um pouquinho mais. Já contra o Londrina teremos mais atividades parecidas com um jogo oficial", revelou em entrevista coletiva ontem.

Sem querer, Walmir Cruz acabou confirmando um amistoso que ainda nem foi anunciado pelo Corinthians: o jogo contra o Londrina, que deve acontecer em Maringá-PR, às 11 horas (de Brasília) do dia 7 de julho. "Vamos aguardar a confirmação para dar continuidade ao nosso planejamento", despistou o preparador após ser interrompido pela assessoria de imprensa do Corinthians.

Portanto o plano é dosar os minutos dos titulares em campo, aumentando a carga a cada amistoso. O calendário prevê amistosos neste sábado (29), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto; depois ida à Goiânia para pegar o Vila Nova-GO em 4 de julho; e então o terceiro duelo contra o Londrina. A expectativa da comissão técnica é que os testes permitam que a equipe chegue em bom ritmo e com condições físicas ideais para o duelo contra o CSA, em 14 de julho, pelo Campeonato Brasileiro.

A sequência pós-Copa América, aliás, é celebrada pelo Corinthians. São três jogos seguidos em casa, contra CSA, Flamengo e Montevideo Wanderers (URU), o que mantém o elenco na cidade de São Paulo até os últimos dias do mês de julho - depois disso há viagens para Fortaleza e Montevidéu.

"Queremos ter o time preparado para suportar o maior tempo possível em alta intensidade. Que ganhe ritmo nos amistosos para depois não sentir tanto em um jogo oficial", explica Walmir Cruz. "Na volta teremos três jogos em casa, então é importante ter esta retomada para alcançar um ritmo alto e fazer um bom segundo semestre."