Topo

Futebol


Goleiro "baixinho" da Venezuela parou Corinthians e está na mira do Barça

Wuilker Fariñez, goleiro da seleção da Venezuela, está na mira do Barcelona - Jose Breton/NurPhoto via Getty Images
Wuilker Fariñez, goleiro da seleção da Venezuela, está na mira do Barcelona Imagem: Jose Breton/NurPhoto via Getty Images

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

15/06/2019 04h00

Com 1,81 de altura, o goleiro Wuilker Fariñez está fora do perfil de goleiros do futebol atual. Mas mesmo assim, o "baixinho" do Millonarios, da Colômbia, tem negociação para reforçar o Barcelona. Um dos principais goleiros da última temporada, o venezuelano já parou o Corinthians na Libertadores e vive a expectativa de conquistar sucesso também com a seleção.

"Até o momento não tenho nada a falar disso. Eu estou focado na Copa América. Depois disso poderei pensar no meu futuro", disse rapidamente em entrevista coletiva.

Wuilker preferiu não ampliar o assunto sobre a possível transferência ao time espanhol para substituir o holandês Jasper Cillessen, que deve deixar o clube para ter mais minutos em campo. "Estou feliz e agradecido pela oportunidade de representar a seleção, e é nisso que eu penso", completou.

O pai de Fariñez, ao jornal AS, admitiu ter "conversas avançadas" com o clube de Messi e companhia.

Com 21 anos, o goleiro iniciou no futebol em seu país defendendo o Caracas. E as boas atuações o levaram ao Millonarios em 2017. No ano seguinte, mesmo que tivesse apenas 20 anos, foi titular na Libertadores nos dois jogos contra o Corinthians na fase de grupos. Não perdeu nenhum, não foi vazado uma vez sequer.

Com boas atuações, viu sua equipe empatar em 0 a 0 em casa e vencer por 1 a 0 em São Paulo.

Fariñez foi eleito melhor goleiro do continente em enquete realizada através do Twitter da Conmebol.

"Sei que falta muito para isso, tem muitos goleiros importantes na América, mas fico feliz por ser citado. Estou trabalhando para isso", disse.

Dicas na seleção

Na seleção da Venezuela, o jovem goleiro é comandado por quem conhece da posição. Rafael Dudamel foi goleiro de uma série de times e da seleção venezuelana entre 1993 e 2010.

Ele (Fariñez) nos surpreende a cada treinamento e partida. Não apenas no rendimento para o time, mas como faz crescer os colegas. Não é fácil, em nenhum posto, muito menos sendo goleiro, ganhar admiração dos companheiros e rivais. E ele tem essa capacidade, de ganhar esta admiração até de estranhos. Estamos felizes com todos. Quando temos um bom goleiro, que dê tranquilidade e confiança, começamos a saber que temos um bom time. Ele tem a maturidade necessária pra ir para Europa. Deus saberá quando estará preparado", disse o técnico Rafael Dudamel.

Wuilker é fruto de um trabalho de construção do futebol venezuelano através das categorias de base. Ele esteve presente na seleção Sub-20 que foi vice-campeã do Mundial da categoria em 2017, e era treinada por Dudamel. Além de ter também chamados para categoria Sub-15.

Futebol