Topo

Futebol


Sette Câmara muda relação com torcida e é tietado em jogo do Atlético-MG

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

14/06/2019 04h00

Sérgio Sette Câmara vive outro momento no Atlético-MG. Alvo de protestos e vaiado pela torcida em seu primeiro ano de mandato, o presidente hoje é festejado e o assédio é totalmente diferente.

O Galo é apenas o quinto do Campeonato Brasileiro 2019, com 16 pontos conquistados. No entanto, o mandatário passou a conviver com elogios. Na noite de ontem, durante o empate em 1 a 1 com o São Paulo, foi parado diversas vezes no caminho entre o camarote que ocupa e o banheiro. O motivo: fotos e mais fotos ao lado dos fãs.

Como o fato ocorreu durante a partida, o cartola preferiu não gravar entrevistas para falar sobre a mudança na rotina. Mas o próprio sabe que nem sempre foi assim a sua vida na Cidade do Galo.

Em 2018, Sette Câmara sofreu com as críticas da torcida. O presidente passou a conviver com os protestos por conta das eliminações da Sul-Americana para o San Lorenzo, da Argentina, e da Copa do Brasil para a Chapecoense nas oitavas de final. À época, uma polêmica declaração o fez ver manifestações contrárias nos estádios e nas ruas e nas redes sociais.

"A Copa Sul-Americana é a segunda divisão da Libertadores da América. É assim que enxergo. Se ela tivesse esse valor muito grande, as duas copas que o Atlético ganhou da Conmebol teriam mais valor do que na verdade têm", disse à Fox Sports na ocasião.

Além das campanhas fracassadas no primeiro semestre, a impopular escolha de Alexandre Gallo para a diretoria de futebol piorou ainda mais a sua imagem com a torcida. Nem a classificação para a Copa Libertadores da América deste ano foi o suficiente para dar alívio ao dirigente, que teve até o telefone vazado em redes sociais por torcedores.

A mudança de relação com a torcida do Atlético só ocorreu em 2019. Com a chegada de Rui Costa para a diretoria de futebol, Sérgio Sette Câmara se afastou do esporte e o deixou a cargo do executivo.

Os resultados melhoraram, e o Atlético, embora tenha perdido o Campeonato Mineiro para o arquirrival Cruzeiro em pleno estádio Independência, passou a brigar por mais torneios. O time é quinto colocado do Brasileirão e segue vivo na disputa da Copa do Brasil e da Sul-Americana. A evolução fez com que o presidente tenha ficado mais popular entre os torcedores.

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do informado anteriormente nesta nota, Sérgio Sette Câmara é o presidente do Atlético-MG, e não o técnico. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Mais Futebol