Topo

Futebol


Goiás aproveita expulsão e vence a Chapecoense pelo Brasileirão

Do UOL, em São Paulo

10/06/2019 21h56

Goiás e Chapecoense encerraram a oitava rodada do Campeonato Brasileiro com vitória de 3 a 1 para clube goiano, hoje, no Serra Dourada. Em jogo movimentado, Kayke abriu o placar para o Goiás em cobrança de pênalti, e Rafael Pereira empatou para a Chapecoense. Jefferson voltou a colocar o clube goiano em vantagem ao acertar belo chute da entrada da área, e no fim Kayke marcou seu segundo gol na partida, novamente em cobrança de pênalti, dando números finais ao jogo.

Com a vitória, o Goiás chega aos 12 pontos e ocupa o 9º lugar, mas com uma partida a menos em relação aos demais times, com exceção de Palmeiras, Botafogo e Corinthians. Já a Chapecoense permanece na 16ª posição, com 7 pontos.

Na próxima rodada, que será a última antes da parada para a Copa América, a Chapecoense recebe o Fluminense. Já o Goiás faz mais uma partida como mandante e enfrenta o Athletico-PR.

Michael inferniza defesa rival com dribles

O atacante Michael mostrou, mais uma vez, por que é um dos destaques deste elenco do Goiás. O atacante infernizou a defesa rival com lances de velocidade e habilidade e criou as principais chances do clube goiano na partida. Ele ainda sofreu a falta que provocou a expulsão de Bruno Pacheco, da Chapecoense.

Bruno Pacheco é expulso e complica Chapecoense

A Chapecoense dominava a partida e criava as melhores oportunidades ofensivas até que Bruno Pacheco foi expulso por dar carrinho violento em Michael na lateral do campo. Após ficar com um a menos, a Chape passou a ser pressionada e sofreu gol em finalização de fora da área de Jefferson.

Atuação do Goiás

O Goiás sofreu com lesões no início da primeira etapa. David precisou dar lugar a Rafael Vaz após sentir incômodo no joelho, Tadeu assustou os torcedores ao pedir atendimento médico e Léo Sena precisou deixar o gramado após sentir dor na coxa. O destaque da equipe na primeira etapa foi o atacante Michael, que criou os lances mais perigosos do clube goiano.

Na segunda etapa, a equipe conseguiu segurar a pressão da Chape e soube se impor após a expulsão de Bruno Pacheco. Em um chute de Jefferson da entrada da área, os goianos ficaram em vantagem no placar e administraram o resultado até o final do confronto. Ainda deu tempo para Kayke marcar novamente em cobrança de pênalti.

Atuação da Chapecoense

A Chape não sentiu a pressão da torcida rival e criou as melhores oportunidades da primeira etapa. Com Everaldo, a equipe levava perigo ao rival, mas sofreu para abrir o placar. O gol só veio após Kayke colocar o Goiás em vantagem em cobrança de pênalti.

O clube alviverde seguia dominando a partida na segunda etapa e parecia mais próximo do gol da vitória. Contudo, a expulsão de Bruno Pacheco custou caro ao time catarinense, que acabou recuando e foi castigada ao sofrer dois gols.

Cronologia do jogo

A partida começou movimentada, com ambas as equipes buscando o ataque. Everaldo desperdiçou boa chance de abrir o placar logo aos dois minutos ao cabecear para fora após cruzamento de Bruno Pacheco. Não demorou para o Goiás dar a resposta: Michael limpou a marcação e chutou colocado da entrada da área, mas mandou a bola por cima do gol.

A equipe do Goiás, que vinha sendo pressionada, foi quem teve a chance mais clara para abrir o placar e não desperdiçou. Márcio Araújo derrubou Léo Sena por trás dentro da área. Igor Junio Benevenuto revisou o lance após ser acionado pelo VAR e marcou a penalidade, que foi convertida por Kayke.

A Chape ainda conseguiu empatar a partida antes do fim do primeiro tempo: Camilo cobrou falta lateral na área e Rafael Pereira completou de cabeça para deixar tudo igual.

No segundo tempo, a partida seguiu aberta, mas nenhuma das equipes chegou a criar uma chance clara para balançar as redes. Bruno Pacheco foi expulso após entrada dura em Michael, do Goiás. Mesmo um a menos, a Chape quase marcou com Ernandes, mas Tadeu fez bela defesa e impediu o gol.

Após a expulsão, a Chapecoense passou a ser mais pressionada pelo Goiás e foi castigada. Aos 33 minutos da segunda etapa, Jefferson recebeu a bola na entrada da área e chutou cruzado para colocar o clube goiano em vantagem. No fim do confronto, Kayke ainda marcou mais uma vez em cobrança de pênalti após a bola bater no braço de Gum.

Ficha técnica

Goiás 3 X Chapecoense 1

Data: 10/06/2019

Local: Serra Dourada, Goiás (BRA)

Horário: 20h (de Brasília)

Gols: Kayke (36 minutos do 1º T e aos 46 minutos do 2º T) e Jefferson (33 minutos do 2º T), para o Goiás, e Rafael Pereira (44 minutos do 1º T) para a Chapecoense.

Cartões Amarelos: Geovane e Leonardo Barcía (Goiás)

Cartão Vermelho: Bruno Pacheco (Chapecoense)

Goiás: Tadeu; Daniel Guedes, David (Rafael Vaz), Yago, Jefferson; Geovane, Léo Sena (Yago Felipe), Giovanni Augusto (Marlone); Barcia, Kayke e Michael. Técnico: Claudinei Oliveira.

Chapecoense: Tiepo; Bryan (Diego Torres), Gum, Rafael e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo, Campanharo (Renato Kayzer) e Camilo (Ernandes); Everaldo e Arthur. Técnico: Ney Franco.

Árbitro: Igor Junio Benevenuto

Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Junio de Souza

Futebol