Topo

Seleção Brasileira


CBF consultou Polícia para Neymar depor só após a Copa América

Neymar é um dos 23 convocados da seleção brasileira para a disputa da Copa América - Lucas Figueiredo/CBF
Neymar é um dos 23 convocados da seleção brasileira para a disputa da Copa América Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

03/06/2019 17h18

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) consultou a Polícia Civil para saber se seria possível deixar para depois da Copa América o depoimento de Neymar sobre o vazamento na internet de conversas e imagens íntimas da mulher que o acusa de estupro.

O cenário, porém, não foi sequer cogitado. Isso porque o inquérito tem 30 dias para ser encaminhado e a Copa América tem a final reservada para o dia 7 de julho. Na conversa realizada na Granja Comary e confirmada ao UOL Esporte por pessoas presentes, a CBF conseguiu apenas adiar o depoimento para a semana que vem, já que os próximos dias terão viagens e jogos da seleção brasileira em Brasília e Porto Alegre. A entidade orientou, então, que o atacante resolva o tema o mais rápido possível.

Mulher pode ser ouvida em SP

A ideia é que Neymar deponha na própria Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na zona norte do Rio de Janeiro. A Polícia Civil também estuda solicitar cooperação aos colegas de São Paulo para ouvir a mulher que acusa o jogador de estupro para tentar esclarecer o caso do vazamento de fotos e conversas privadas no Whatsapp. Tal hipótese, entretanto, ainda não está confirmada.

Neymar gravou um vídeo para negar a acusação de estupro e reproduziu a tela de seu celular para exibir conversas com a mulher, com quem teve relações em Paris, na França. O pai do jogador comentou o caso alegando que prefere "um crime de internet a um de estupro". A mulher já enviou imagens e um dossiê para as autoridades que investigam as denúncias.

Na seleção brasileira, o técnico Tite e o coordenador de seleções Edu Gaspar enfrentaram dezenas de perguntas sobre o tema em entrevista coletiva na manhã de hoje, na Granja Comary. A cúpula da CBF, que está na França para congresso da Fifa, também tem sido muito questionada por dirigentes de outros países. Não está descartado um afastamento parcial ou definitivo de Neymar da equipe.

Mais Seleção Brasileira