Topo

Seleção Brasileira


Advogado diz que Neymar vai se apresentar voluntariamente à Polícia de SP

Lucas Figueiredo/CBF
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/06/2019 17h57

O advogado responsável por defender Neymar no caso do suposto estupro contra uma mulher, ocorrido em Paris, no último dia 15, afirmou que o camisa 10 da seleção brasileira vai se apresentar voluntariamente para a Polícia de São Paulo. Em entrevista à TV Bandeirantes, concedida minutos depois da reunião com a delegada do caso na capital paulista, o membro da defesa assegurou que o depoimento depende apenas de uma data.

"O Neymar vai se apresentar voluntariamente, já está decidido faz bastante tempo. Agora é encontrar um dia que seja conveniente para delegacia, com o fluxo da investigação, ele é o maior interessado em esclarecer isso", afirmou o advogado do craque da seleção, ainda sem definir uma data para a apresentação à Polícia.

"Não há um tempo definido, quem manda na condução dos atos do inquérito é a delegada. Tem que ver qual o momento que ela quer ouvi-lo. Quando esse momento chegar, ele vai se apresentar para esclarecer a verdade dos fatos. Não sei precisar esse tempo, não", acrescentou.

Embora não tenha entrado em detalhes sobre a reunião com a delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª delegacia da Defesa da Mulher, Davi Tangerino defendeu a postura adotada por Neymar na noite de sábado, quando divulgou um vídeo de defesa. O jogador mostrou detalhes da conversa com a acusadora e fotos íntimas.

"Recebemos uma verdade, um sentimento de injustiça muito grande por ter passado por este episódio e esta verdade que vi nele e na análise das provas, dos diálogos. Todos têm direito a advogado; portanto, o vídeo do Neymar fala por si com muita verdade, sentimento de injustiça, indignação. Ele é o maior interessado em conhecer a verdade, e a verdade vai prevalecer", declarou.

"O Neymar traz holofotes, mas temos total confiança na justiça, polícia com discrição e seriedade, a verdade vai prevalecer, e esse episódio terá sua página virada em breve", encerrou o advogado de defesa do jogador.

Mais Seleção Brasileira