Topo

Grêmio acerta venda de promessa lançada por Felipão a time português

Grêmio vai permanecer com 35% dos direitos econômicos de Lincoln, negociado com Santa Clara-POR - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Grêmio vai permanecer com 35% dos direitos econômicos de Lincoln, negociado com Santa Clara-POR Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

30/05/2019 15h13

O Grêmio acertou a transferência de Lincoln ao Santa Clara, de Portugal. O meia-atacante já foi liberado dos treinos em Porto Alegre e assinará contrato definitivo com o clube da primeira divisão do futebol português. Revelado na base do clube gaúcho, ele foi lançado por Felipão após se destacar em treino com os profissionais apenas aos 16 anos.

A negociação fará o Grêmio permanecer com 35% dos direitos econômicos de Lincoln. O percentual visa eventual valorização e negociação futura.

Aos 20 anos, Lincoln não conseguiu deslanchar no Grêmio e rodou por outros clubes em busca de sequência e ritmo de jogo.

No grupo principal gremista desde janeiro, Lincoln participou de apenas duas partidas na temporada. Antes, ele havia sido emprestado ao América-MG e Rizespor, da Turquia.

O lugar de Lincoln no grupo principal será ocupado por Patrick, outra promessa da base e que foi promovida ao elenco comandado por Renato Gaúcho. A coluna De Primeira mostrou que ele renovou contrato até 2022 e teve conversa com o treinador antes de ser alçado ao plantel.

Lincoln deixa o Grêmio depois de uma trajetória precoce. Em 2015, Luiz Felipe Scolari ficou impressionado com o desempenho do meia durante treino com os profissionais. À época, o jovem tinha 16 anos e assinou o primeiro contrato profissional para ser utilizado pelo técnico. Em 2016, com Roger Machado, Lincoln chegou a ganhar oportunidades. Contudo ficou longe de ser titular e acabou perdendo espaço. Em 2017, Renato Gaúcho decidiu colocar o jovem na base para atuar com regularidade. Depois, o jogador acabou sendo chamado pontualmente para algumas partidas.