PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Victor pega 3 cobranças e Atlético-MG elimina Unión La Calera nos pênaltis

Goleiro Victor brilhou nas cobranças de pênalti e pegou as três cobranças do time chileno no Independência - REUTERS/Washington Alves
Goleiro Victor brilhou nas cobranças de pênalti e pegou as três cobranças do time chileno no Independência Imagem: REUTERS/Washington Alves

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

28/05/2019 23h38

Foi no sufoco, mas o Atlético-MG está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time mineiro devolveu o placar de 1 a 0 que sofreu na primeira partida, mas não conseguiu evitar a disputa de pênatis no Horto. Nas cobranças, o goleiro Victor colocou a santidade em dia, pegou três pênaltis e o Galo venceu por 3 a 0.

O único gol dentro dos 90 minutos foi marcado pelo atacante Alerrandro, aos 24 minutos do segundo tempo. Nos pênaltis, Victor defendeu as cobranças de Bou, Leyton e Larrondo, enquanto o Atlético converteu com Fábio Santos, Luan e Leonardo Silva, carimbando a vaga. Agora, o time alvinegro espera o vencedor do duelo entre Botafogo e Sol de América.

Quem foi bem: Igor Rabello foi um dos destaques do Galo, mesmo numa partida em que o time mineiro precisava fazer gols para se classificar. Aberto para buscar o resultado, o Atlético sofreu alguns contra-ataques do Unión La Calera, mas contou sempre com as boas intervenções do zagueiro. Além de Rabello, outro destaque positivo foi jovem Alerrandro, que entrou dando bastante mobilidade ao Galo. Foi premiado com o gol e ainda criou uma grande oportunidade, perdida por Chará. Por fim, mas não menos importante, não poderia faltar o goleiro Victor, que parou todas as cobranças de pênalti e virou o cara da partida.

Quem foi mal: Geuvânio reapareceu no time titular do Atlético depois de ficar no banco na derrota para o Grêmio. No entanto, o meia-atacante não aproveitou muito bem a nova oportunidade dada pelo técnico Rodrigo Santana. Em um jogo em que o Atlético foi muito pobre na criação de oportunidades, Geuvânio conseguiu se destacar de forma bastante negativa, sempre com passes errados.

Ricardo Oliveira completa um mês sem gols: já são sete jogos sem que o artilheiro do Atlético na temporada 2019 balance as redes dos adversários. O último gol do centroavante atleticano foi no triunfo sobre o Avaí, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no final de abril. Diante do Unión La Calera apenas uma chance para Ricardo Oliveira, que desviou cruzamento de Luan e o goleiro Batalla fez boa defesa. Em baixa, o camisa 9 ficou em campo apenas um tempo. No intervalo o Atlético voltou com Alerrandro como centroavante e foi dele o gol que levou a decisão da vaga para a disputa de pênaltis.

Atuação do Atlético: se nos jogos anteriores o Galo atuou bastante recuado, diante do Grêmio e contra o próprio Unión La Calera, dessa vez a equipe do técnico Rodrigo Santana buscou mais o jogo. Porém, apesar de tentar jogar mais no campo ofensivo, até por precisar do resultado, o Galo teve muita dificuldade para criar chances. No primeiro tempo foi apenas uma boa oportunidade, em chute de Ricardo Oliveira. No segundo tempo, após as entradas de Chará, Alerrandro e Maicon Bolt, o Atlético pelo menos passou a pressionar o adversário, até conseguir o gol que precisava.

Atuação do Unión La Calera: a vantagem construída no Chile não foi algo que a equipe visitante fez valer desde o começo do jogo. Pelo contrário. Pressionando bastante a saída do Atlético e jogando no campo de ataque, o Unión La Calera conseguiu três escanteios nos primeiros oito minutos. Se a marcação avançada não seguiu por muito tempo, o controle do jogo foi algo que a equipe do técnico Francisco Meneghini não abriu mão. A equipe chilena tocou bastante a bola e não permitiu ser pressionada pelo Atlético durante boa parte do jogo. Porém, a diferença na qualidade dos jogadores pesou a favor do time brasileiro.

Cronologia do jogo: O Atlético fez o gol que precisava para evitar a eliminação na Sul-Americana aos 24 minutos do segundo tempo, com Alerrandro. Apesar de o time chileno cometer mais faltas, somente o defensor Leyton foi amarelado. No lado atleticano, o zagueiro Leonardo Silva também foi advertido.

Símbolos do América-MG devem render nova multa ao Galo: assim como aconteceu nos dois jogos das fases preliminares da Copa Libertadores, quando recebeu os uruguaios Danubio e Defensor, no Independência, o Atlético foi multado pela Conmebol por exibir as marcas do América-MG, proprietário do estádio. A entidade não aceita a exibição de marcas de empresas ou clubes que não estejam envolvidos na partida.

ATLÉTICO-MG 1 (3) X (0) 0 UNIÓN LA CALERA-CHI

Data: 28/05/2019
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Hora: 21h30 (de Brasília)

GOLS: Alerrandro, aos 24' do segundo tempo. Nos pênaltis, Fábio Santos, Luan e Leonardo Silva marcaram para o Atlético. Bou, Leyton e Larrondo perderam para o Unión La Calera.

Atlético-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias, Luan, Geuvânio (Maicon Bolt) e Cazares (Chará); Ricardo Oliveira (Alerrandro). Técnico: Rodrigo Santana.

Unión La Calera: Batalla; Andía, Alvarado, Vilches, Navarrete (Thomas Rodríguez) e Wiemberg; Matías Laba, Juan Leiva (Zúñiga), Larrondo e Franco Lobos (Leyton); Walter Bou. Técnico: Francisco Meneghini.

Futebol