Topo

Grêmio faz jogo sóbrio, vence U. Católica e vai às oitavas da Libertadores

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

08/05/2019 21h05

O Grêmio mantém vivo o sonho do tetra da América. Hoje, em Porto Alegre, o time de Renato Gaúcho venceu a Universidad Católica por 2 a 0 e confirmou classificação às oitavas de final da Libertadores. Podendo até empatar para avançar, a equipe gremista fez apresentação mais pragmática para evitar sustos e espantar insegurança após a derrota histórica para o Fluminense. O resultado foi uma exibição sóbria o suficiente para bater o clube chileno.

Os gols foram marcados por Alisson, ainda no primeiro tempo, e Thaciano na etapa final.

Com o resultado, o Grêmio fecha o grupo H da Libertadores em segundo lugar com 10 pontos. O Libertad se manteve com 12 pela derrota diante do Rosario Central, na Argentina. A Universidad Católica, que brigava com o time gaúcho pela classificação, parou nos 7 pontos.

O Grêmio volta a campo no sábado, diante do Corinthians, em São Paulo, pela quarta rodada do Brasileirão. Na Libertadores, o próximo adversário será conhecido em sorteio a ser realizado na sede da Conmebol, no Paraguai. O evento está marcado para a próxima segunda-feira (13).

Quem brilhou: Michel

Jeferson Guareze/AGIF
Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Novidade na escalação, o substituto de Matheus Henrique fez lançamento perfeito para deixar Alisson livre no ataque. A conclusão rasteira do camisa 23 abriu o placar e aliviou o ambiente na Arena. A atuação de Michel ainda teve desarmes precisos e imposição física.

Quem decepcionou: Everton

Principal jogador do Grêmio, camisa 11 teve lampejos do futebol que o fez chegar à seleção brasileira. Ainda assim, não foi preciso nas conclusões e quando acertou o alvo parou nas mãos do goleiro. Atuação discreta no padrão Everton.

Grêmio faz jogo mais pragmático

Ao contrário do jogo contra o Fluminense, no domingo, o Grêmio se impôs em campo com outra postura. Mais sóbrio, sem tanta liberdade criativa ao meio-campo e ataque, o time gaúcho explorou bolas longas nos atacantes e o pivô de André. O pragmatismo rendeu o primeiro gol. Também deu origem a chutes da entrada da área com Jean Pyerre e Maicon. Mas retirou a dobra de laterais e meias pelos flancos. Também não gerou pressão alta com seis jogadores próximos da defesa chilena.

Time gaúcho marca cedo e tempo vira aliado

Alisson chutou cruzado aos 22 minutos do primeiro tempo e abriu o placar. A vantagem transformou o tempo em uma espécie de décimo segundo jogador do Grêmio, capaz de pressionar os chilenos o tempo todo. Paulo Victor, aos 36 da etapa inicial, deu susto ao errar saída do gol, mas a equipe visitante não soube aproveitar. Aos 31 minutos da etapa final, Thaciano ampliou o placar ao escorar cruzamento rasteiro da direita.

Árbitro volta atrás em decisão mesmo sem VAR

Nestor Pitana contou com auxílio de Juan Belatti para voltar atrás em uma decisão. Mesmo sem o VAR, a arbitragem revisou a marcação de tiro de meta no início da etapa final. O claro toque de um zagueiro da Universidad Católica foi avisado pelo auxiliar e o árbitro acatou.

Gol do Boa Esporte?

O segundo gol do Grêmio nasceu dos pés de dois jogadores que vieram do mesmo clube. Leonardo e Thaciano estavam no Boa Esporte antes de assinar com o time gaúcho. Com isso, os gremistas acharam um gancho para brincar nas redes sociais: gol do Boa Esporte na Arena.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 0 UNIVERSIDAD CATÓLICA

Data e hora: 08/05/2019 (quarta-feira), às 19h15 (horário de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 34.187 pessoas (31.814 pagantes)
Renda: R$ 1.478.779,00
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana (ARG) e Juan P. Belatti (ARG)
Cartões amarelos: Kannemann (GRE); Cornejo, César Fuentes, Lanaro, Kuscevic (CAT)
Gols: Alisson, aos 22 minutos do primeiro tempo (GRE); Thaciano, aos 31 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez (Juninho Capixaba); Michel, Maicon (Luan), Alisson, Jean Pyerre (Thaciano) e Everton; André
Técnico: Renato Gaúcho

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Matías Dituro; Magnasco (Carlos Lobos), Lanaro, Kuscevic e J. Cornejo; César Fuentes (Buonanotte), Luciano Aued, Puch, Pinares e Fuenzalida; D. Riascos (Saenz)
Técnico: Gustavo Quinteros