Topo

Futebol


Renato fala em 'jogo de xadrez' e diz que deu choque em elenco do Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

11/04/2019 00h34

Renato Gaúcho disse que deu choque em boa parte do elenco do Grêmio ao mexer no time titular. Com as modificações, a equipe venceu o Rosario Central por 3 a 1 e ganhou fôlego na Libertadores. Para o treinador, as alterações no meio-campo foram como em uma partida de xadrez: em busca de novas rotas para chegar ao objetivo. Ao longo da quarta-feira, o Grêmio passou de eliminado precocemente a candidato que depende única e exclusivamente de suas forças no grupo H da Libertadores.

"Foi uma grande partida. O primeiro jogo eu já tinha gostado, merecíamos ter vencido lá contra o Rosario. As outras duas partidas não foram boas. Hoje foi o Grêmio. Dei parabéns ao grupo. Esse é o Grêmio que o torcedor quer, que todos nós queremos. Além da vitória, foi uma grande exibição. O Grêmio foi o tempo todo melhor que o adversário. O gol demorou a sair e depois a equipe cresceu ainda mais. Além da vitória aqui, foi importante o resultado lá. Mais do que nunca, o Grêmio está de volta à Libertadores com suas forças", disse Renato.

O time que entrou em campo na Arena teve três mudanças em relação ao jogo diante da Universidad Catolica, na semana passada: Michel, Montoya e Luan deixaram a equipe para as entradas de Matheus Henrique, Jean Pyerre e André.

"No momento em que as coisas não estão dando certo, o treinador precisa fazer algo, mexer, para ver se o time reage. O Grêmio dos dois jogos não é o Grêmio que a gente conhece. Tem horas que é preciso mexer umas pecas, igual jogo de xadrez, para voltar ao jogo", afirmou o treinador. "Muita gente quer estar no grupo do Grêmio. Ele é muito bom, é qualificado. A gente mexeu um pouquinho, deu certo. Não quer dizer que quem não jogou é culpado. Pelo contrário… Nós tínhamos que dar um choque, digamos assim, no grupo e o grupo correspondeu", acrescentou.

O Grêmio está dois pontos atrás da Universidad Católica, que acumula seis pontos e aparece em segundo lugar no grupo. Na próxima rodada, os chilenos visitam o Rosario Central e o time gaúcho atua diante do Libertad, no Paraguai.

Mais Futebol