PUBLICIDADE
Topo

Ajax e Juventus empatam em dia de brilho de Neres e gol de CR7

O melhor e o pior em campo: David Neres disputa a bola com João Cancelo - Piroschka Van De Wouw/Reuters
O melhor e o pior em campo: David Neres disputa a bola com João Cancelo Imagem: Piroschka Van De Wouw/Reuters

Do UOL, em São Paulo

10/04/2019 17h51

David Neres marcou e brilhou mais uma vez, mas o Ajax não conseguiu mais do que o empate por 1 a 1 contra a Juventus hoje (10), na Johan Cruijff Arena, em Amsterdam, pelo jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. Afinal, do outro lado estava o faro de gol de Cristiano Ronaldo.

Esta partida não apresentou muitas oportunidades para o craque português, mas seu poder de decisão não é novidade. Quando esteve diante do gol, deu um peixinho e abriu o placar. No entanto, David Neres colocou fogo no segundo tempo ao fazer um golaço aos 30 segundos.

As duas equipes voltam a se enfrentar na terça-feira que vem, dia 16 de abril, em Turim. Quem levar a melhor vai encarar na semifinal o vencedor do duelo inglês entre Tottenham e Manchester City; os londrinos triunfaram por 1 a 0 na partida de ida, e a volta será disputada no Etihad Stadium.

Quem foi bem: David Neres brilha e marca

neres - Wolfgang Rattay/Reuters - Wolfgang Rattay/Reuters
Imagem: Wolfgang Rattay/Reuters

Desde 1997, um jogador do Ajax não fazia um gol na Johan Cruijff Arena em uma partida de quartas de final da Liga dos Campeões. O último foi Patrick Kluivert, em 5 de março daquele ano. Ou seja, David Neres foi o primeiro a conseguir este feito em 22 anos.

O mais curioso é que o brasileiro nasceu em 3 de março de 1997, dois dias antes do gol de Kluivert.

E este gol do Ajax pegou muita gente de surpresa. Afinal, o segundo tempo havia acabado de começar e a jogada teve início na saída de bola, que chegou a ser recuada para o goleiro Onana e passou de pé em pé até ser lançada para David Neres pela esquerda.

Logo ele, que pareceu frustrado por não ter conseguido levar perigo real no primeiro tempo, colocou fogo no segundo com ótima jogada. Aos 30 segundos, o ex-são-paulino contou com falha de Cancelo no domínio, carregou a bola diante da marcação e chutou para acertar o ângulo de Szszesny.

Cinco minutos depois, Neres ainda fez o que seria o segundo gol do Ajax, mas o lance foi imediatamente paralisado pelo árbitro auxiliar. O time holandês nem contestou, já que o brasileiro estava mesmo muito à frente da linha defensiva da Juve quando recebeu a bola.

Quem foi mal: Cancelo vai do céu ao inferno

cancelo - Piroschka Van De Wouw/Reuters - Piroschka Van De Wouw/Reuters
Imagem: Piroschka Van De Wouw/Reuters

O gol de Cristiano Ronaldo teve grande mérito de Cancelo (leia mais sobre o gol abaixo), mas este é o único elogio que pode ser feito à atuação do lateral português hoje. Foram muitos erros no ataque e uma falha crucial na marcação de David Neres, que o fez dançar durante todo o segundo tempo.

Para Cristiano Ronaldo, basta uma chance

cr7 - JOHN THYS / AFP - JOHN THYS / AFP
Imagem: JOHN THYS / AFP

Cancelo Ronaldo! Calma, ninguém está "cancelando" Cristiano Ronaldo. A brincadeira é apenas uma forma de descrever o gol que abriu o placar em Amsterdam. Aos 44 do primeiro tempo, o português girou o corpo na intermediária e distribuiu a bola para João Cancelo, que estava à sua direita.

O que se viu a partir daí foi uma prova de parceria. Como se pudesse ouvir os pensamentos do craque, o lateral esperou Cristiano Ronaldo disparar para a área em questão de segundos e executou um belo lançamento na cabeça do camisa 7, que mergulhou para cabecear a marcar.

Mas nem tudo correu tão bem quanto o gol, e uma cena curiosa definiu a vida de Cristiano Ronaldo no segundo tempo. Aos 21 minutos, o craque foi obrigado a chamar a atenção dos outros jogadores da Juventus e pedir calma.

Naquele momento da partida, a bola era rebatida de um lado para o outro e este cenário ajudava o Ajax, que aproveitava a afobação para descer no contra-ataque. A leitura de jogo de CR7 tentava evitar um cenário pior.

Douglas Costa entra e põe bola na trave

douglas costa - Lars Baron / Staff / Getty Images - Lars Baron / Staff / Getty Images
Imagem: Lars Baron / Staff / Getty Images

O brasileiro entrou aos 15 do segundo tempo e passou a impressão de estar fora de ritmo, mas ainda conseguiu colocar a bola na trave do Ajax após ganhar de Veltman na corrida e de Ziyech no jogo de corpo. Para completar, deu um elástico-caneta nos minutos finais.

Ajax é superior no primeiro tempo, mas peca

ajax x juve - Wolfgang Rattay/Reuters - Wolfgang Rattay/Reuters
Imagem: Wolfgang Rattay/Reuters

O time holandês teve Tadic abrindo espaços com seu deslocamento inteligente e viu Ziyech criar boas oportunidades, como o lindo chute que exigiu grande defesa de Szczesny aos 18. Aos 24, Van de Beek limpou a jogada com categoria e finalizou com força, mas seu chute caprichosamente tirou tinta da trave e não entrou.

Não faltou esforço do ataque do Ajax no primeiro tempo: faltou tranquilidade diante do gol. Ter mais posse de bola nem sempre resulta em bola na rede; ter um Cristiano Ronaldo, porém, costuma ajudar - como a Juve mostrou em sua única grande chance do primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA
AJAX 1 X 1 JUVENTUS

Data e hora: 10 de abril de 2019, às 16h (de Brasília)
Local: Johan Cruijff Arena, em Amsterdam (Holanda)
Árbitro: Carlos del Cerro Grande (Espanha)
Auxiliares: Juan Carlos Yuste e Roberto Alonso (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Tagliafico, De Jong, Schone, Ekkelenkamp (Ajax); Pjanic (Juventus)
Gols: David Neres, no primeiro minuto do segundo tempo (Ajax); Cristiano Ronaldo, aos 44 do primeiro tempo (Juventus)

AJAX: Onana; Veltman, De Ligt, Blind e Tagliafico; Schone (Ekkelenkamp), De Jong, Ziyech, Van de Beek e David Neres; Tadic
Técnico: Erik Ten Hag

JUVENTUS: Szczesny; Cancelo, Bonucci, Rugani e Alex Sandro; Bentancur, Pjanic e Matuidi (Dybala); Bernardeschi (Khedira), Mandzukic (Douglas Costa) e Cristiano Ronaldo
Técnico: Massimiliano Allegri

Esporte