PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Buffon, Di María e "medalhões" devem estar em limpeza de elenco do PSG

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (França)

12/03/2019 04h00

O Paris Saint-Germain deve passar por profunda reformulação no elenco para a próxima temporada. A precoce eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões deverá ter, principalmente, os "medalhões" do elenco afetados. Buffon, Di María e Cavani encabeçam uma lista de jogadores considerados negociáveis pela direção.

A cúpula do clube não trata abertamente a situação dos jogadores para a próxima temporada. No entanto, já deixou claro que pretende reunir mais de 60 milhões de euros em venda antes de fechar acordo com novos reforços. Os mais valiosos, Mbappé e Neymar, são considerados inegociáveis. Com este cenário, o UOL Esporte traz a lista dos mais ameaçados no PSG.

Angel Di María

Aos 31 anos, o argentino ex-Real Madrid e Manchester United entra em uma lista de atletas negociáveis. A expectativa é de boas ofertas pelo jogador, que ajudem o clube a cumprir metas de enriquecimento de caixa. 

A saída de Di María ainda ajudaria o clube a renovar o time titular, em busca de jovem valores para a posição. O contrato do argentino com o PSG vai até julho de 2021.

Edinson Cavani

As especulações em torno da saída do uruguaio rondam o PSG há algum tempo. O jogador não renovou o contrato, que termina em julho de 2020, e assim entraria em sua última temporada de vínculo com o clube. Como a diretoria não tem a pretensão de alongar a relação, uma eventual proposta não deve ser negada.

Cavani desperta o interesse do Napoli, clube onde foi ídolo, mas já comentou ter até a intenção de se aposentar jogando pelo PSG. No time de Thomas Tuchel, o uruguaio não tem posto de titular garantido. E o treinador alemão já tem a sequência no clube confirmada pela diretoria.

Gianluigi Buffon

Uma contratação de risco e que não foi bem vista tecnicamente, pelo menos internamente. O goleiro de 41 anos teve falha determinante no duelo contra o Manchester United pelas oitavas de final da Liga dos Campeões e faz a renovação do contrato que termina em julho parecer loucura.

Buffon ainda convive com a sombra do reserva Areola. O goleiro francês é campeão do mundo com a França e já renovou contrato com o clube. Além disso, a contratação de outro jogador da posição é vista pela diretoria como uma possibilidade

Daniel Alves

O brasileiro tem contrato com o PSG até julho e já recusou uma renovação por mais uma temporada. A pretensão do jogador é conseguir um vínculo por no mínimo mais dois anos de duração, e por isso, se coloca como disponível no mercado.

Daniel Alves já definiu que a meta da carreira é seguir na elite do futebol europeu e tem a expectativa de boas propostas no futebol inglês. A mensagem passada ao PSG foi a de "tempo para pensar". No entanto, assegurou que o clube francês ainda é sua prioridade para a próxima temporada.

Thomas Meunier

O lateral belga não teve boa temporada no PSG, perdendo a vaga na direita mesmo quando Daniel Alves foi improvisado no meio-campo - o alemão Tilo Kherer foi o escolhido de Tuchel para o posto. Tal problema o levou a evitar uma renovação de contrato com o clube francês.

Com o vínculo a ser expirado em julho de 2020, a tendência é de que Meunier peça para ser negociado. 

Andrien Rabiot

Adrien Rabiot em ação durante partida do PSG da Liga dos Campeões da Europa  - Matthias Hangst/Getty Images - Matthias Hangst/Getty Images
Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

O ciclo do meio-campo no PSG está chegando ao fim. A saída do francês, afastado desde o início do ano em razão da opção de não renovar o contrato, é considerada certa. Seu vínculo termina em julho.

Rabiot ainda espera ter proposta contratual do Barcelona, mas vê o futebol inglês como o caminho mais provável. A relação com a diretoria e torcida do PSG foi horrível na temporada atual.

Christopher Nkunku

O atacante francês de 21 anos tem contrato até julho de 2020, mas cultiva a intenção de deixar o PSG em busca de mais minutos em outro clube. A reserva de Di María, Neymar, Cavani, Mbappé deixou o jogador incomodado em vários momentos na temporada.

No clube, a expectativa é de que Nkunku possa despertar o interesse de clubes de médio porte na Europa com uma proposta de compra. Uma eventual negociação por empréstimo não agrada o PSG.

Eric Choupo-Moting

Como se desfazer de Chupo-Moting como muitos desejam no clube? O atacante camaronês tem contrato até julho de 2020 e parece não despertar o interesse no mercado europeu.

A contratação nesta temporada foi um pedido de Thomas Tuchel, mas claramente o reforço não vingou. Chupo-Moting virou piada entre os torcedores por conta da fama de "grosso".

Futebol