PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paquetá tem atuação discreta, mas Milan vence a quinta seguida no Italiano

Lucas Paquetá foi titular na partida diante do Chievo - Miguel Medina/AFP
Lucas Paquetá foi titular na partida diante do Chievo Imagem: Miguel Medina/AFP

Do UOL, em São Paulo

09/03/2019 18h23

O Milan segue embalado no Campeonato Italiano. Na tarde de hoje (9), a equipe de Gennaro Gattuso visitou o Chievo e venceu por 2 a 1 o duelo válido pela 27ª rodada da competição. Lucas Paquetá, convocado por Tite para amistosos da seleção brasileira, foi titular e sofreu a falta do primeiro gol, batida com precisão por Biglia. Piatek ampliou, em lance que contou com revisão do VAR (árbitro de vídeo), enquanto Hetemaj descontou.

O brasileiro deixou o gramado aos oito minutos do segundo tempo. Antes disso, deparou-se com um meio de campo travado pela equipe mandante, e pouco brilhou - assim como seus companheiros de setor no geral. Apesar de sofrer a falta que resultou no primeiro gol visitante, teve atuação discreta.

Com a vitória, o Milan chegou à quinta vitória consecutiva na Série A e vai embalado para enfrentar a Inter de Milão na próxima rodada. A equipe de Gattuso, expulso por reclamação ainda no primeiro tempo do confronto de hoje, soma 51 pontos na terceira posição e segue firme para confirmar vaga na próxima Liga dos Campeões. 

O Milan pouco criava e apostava em contra-ataques para agredir o gol da equipe mandante. Em um deles, os visitantes roubaram bola no meio-campo, e ela chegou a Paquetá na entrada da área. Quando armou o chute, o camisa 39 sofreu falta. Biglia teve extrema felicidade na cobrança, acertou o ângulo e abriu o placar aos 31 minutos.

Pouco depois, o brasileiro caiu em um lance no ataque, pediu falta e o árbitro Luca Pairetto di Torino mandou seguir. O técnico Gattuso, que já havia sido advertido àquela altura, reclamou bastante e acabou expulso da partida.

No fim do primeiro tempo, o Chievo chegou ao empate. Léris recebeu passe na direita e cruzou na medida para Hetemaj completar. A cabeçada, forte, venceu o goleiro Donnarumma.

Logo após o meia convocado por Tite deixar o gramado, substituído por Calhanoglu, os visitantes encontraram o segundo gol. Em lance polêmico, que contou com revisão do VAR, Piatek aproveitou desvio de Castillejo e recolocou sua equipe em vantagem. O árbitro esperou a verificação de uma possível posição de impedimento do polonês no início da jogada.

Esporte