PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Queda do PSG põe Buffon em xeque e aumenta dúvidas sobre fico de Neymar

Neymar na tribuna em PSG x Manchester United - Franck Fife/AFP
Neymar na tribuna em PSG x Manchester United
Imagem: Franck Fife/AFP

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, em Paris

07/03/2019 04h00

A nova eliminação precoce do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões deixa dois pilares do projeto milionário do clube com o futuro incerto. O goleiro Buffon saiu de campo na derrota para o Manchester United por 3 a 1, na noite de quarta-feira, no Parque dos Príncipes, com status de culpado e com a sensação de fim de carreira aos 41 anos. Enquanto isso, mesmo sem jogar, Neymar vai encarar um significativo aumento das especulações em torno de sua saída.

Neymar tem contrato com o PSG até 2022. No clube, os dirigentes asseguram a permanência, mas se assustam com as declarações elogiosas ao Real Madrid. Com o clube espanhol também fora da Liga das Campeões, tendo a necessidade de grandes investimentos futuros, o camisa 10 será nome constantemente em pauta. 

"Pelo segundo ano do projeto Neymar, o time está eliminado nas oitavas de final da Champions. Com certeza isso é algo que está longe de um plano de carreira para o jogador com o objetivo de ganhar o Bola de Ouro. O presidente do PSG afirma que o Neymar fica no clube com 2.000% de certeza, mas o discurso diferente do jogador deixa uma dúvida. Seguramente viveremos meses quentes até o final da temporada. E somente nos bastidores, não mais em campo", diz trecho da reportagem de pós jogo do jornal Le Parisien.

Em recuperação de lesão no pé direito, Neymar acompanhou o jogo em seu camarote no Parque dos Príncipes e foi ao vestiário para conversar com os jogadores ao fim da partida. A única reação pública feita pelo brasileiro foi a de críticas ao árbitro da partida por conta do pênalti marcado para o Manchester no fim do jogo.

Rafael Reis: Derrota do PSG prova que tradição no futebol não se compra

UOL Esporte

O drama de Buffon

Buffon caído - Franck Fife/AFP - Franck Fife/AFP
Imagem: Franck Fife/AFP

A noite em Paris foi um pesadelo para Buffon. O goleiro cometeu falhas incríveis, como o chute de Rashford de fora da área que não segurou tendo Lukaku aproveitado o rebote para marcar. Além disso, passes errados e até uma grotesca furada em um domínio de bola aparentemente fácil.

"Uma noite insegura do goleiro. Não justificou a contratação com falhas básicas", apontou o jornal esportivo francês L´Equipe. A publicação o apontou como o pior em campo, com a nota 2.

"Não teve culpa no primeiro gol, mas uma grave falha no segundo. Uma grande decepção", destacou o Le Parisien, que avaliou o goleiro com a nota 3.

O cenário de Buffon para continuar no PSG é visto como improvável por dois fatores. O primeiro o fato de ter contrato somente até o fim de junho. O segundo pelo goleiro Areola ser campeão do mundo com a França e ter grande admiração no clube.

Futebol