PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians

Doença que afeta Andrés Sanchez pode causar morte e é pior que meningite

Andrés Sanchez está internado com um quadro de encefalite viral - Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Andrés Sanchez está internado com um quadro de encefalite viral Imagem: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

07/03/2019 15h52

Na manhã de hoje, o Corinthians divulgou uma nota oficial para informar que o presidente Andrés Sanchez está internado no Hospital São Luiz, em São Paulo, com um quadro de encefalite viral. A doença, que é uma inflamação do cérebro, é considerada mais grave que a meningite e pode causar sequelas irreversíveis e até a morte.

"Encefalite é uma inflamação no cérebro. A principal causa dessa doença é o vírus da herpes simples, que pode se instalar quando o corpo está com a resistência baixa. Então, é chamada de encefalite herpética", explicou, ao UOL Esporte, o médico Fábio Porto, neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo. 

Além de herpes simples, a doença pode ser ocasionada por outros vírus, como o citomegalovírus e adenovírus. A encefalite viral inspira cuidados e precisa ser diagnosticada rapidamente para um tratamento eficaz que evite sequelas por danos causados no cérebro, como alterações na memória, na linguagem e no comportamento, ou até mesmo a morte.

"Os principais sintomas da encefalite viral são confusão mental, perda de memória aguda, crises convulsivas e alteração de comportamento. É uma doença que precisa tratar muito rápido após fazer o diagnóstico, por meio do exame e cultura do liquor (líquido que fica entre o cérebro e a medula espinhal)", acrescentou Fábio Porto.

A encefalite viral é considerada mais grave do que a meningite, porque atinge diretamente o cérebro. Enquanto isso, a meningite é uma inflamação da meninge, ou seja, as membranas que envolvem o cérebro.

"É parecido, porém mais grave que a meningite. Pode ser que ele fique no mínimo 14 dias em tratamento com antivirais e repouso absoluto, mas depende muito de como ele pode evoluir. A meninge e o cérebro estão inflamados em casos como esse", esclareceu o neurologista.

Andrés Sanchez está sob os cuidados da equipe de infectologia do hospital em que está internado e do médico Jorge Kalil, diretor-adjunto de futebol do Corinthians, e permanecerá internado para tratamento adequado. A infecção viral está controlada.

Segundo apuração da reportagem do UOL Esporte, Andrés está consciente, com respiração normalizada, e conversando normalmente com as pessoas. Os médicos consideram estável o estado do dirigente corintiano.

Andrés Sanchez tem 55 anos de idade e voltou a comandar o Corinthians em fevereiro do ano passado, quando venceu as eleições no Parque São Jorge. Ele já havia sido presidente do Alvinegro entre 2007 e 2011. Depois se dedicou a carreira política - ele foi eleito deputado federal pelo PT, mas seu mandato terminou em janeiro.

Corinthians