PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Botafogo joga mal, perde para Volta Redonda e se complica na Taça Rio

Do UOL, em São Paulo

02/03/2019 20h57

Sem criatividade e lento na transição ofensiva, o Botafogo foi derrotado pelo Volta Redonda por 1 a 0 no Raulino de Oliveira neste sábado (2). Apesar de controlar a partida e ter mais posse de bola, o Botafogo teve poucas chances e viu o time da casa marcar em belo chute de Bruno Barra.

O placar deixa o Botafogo em situação complicada na Taça Rio. Com um ponto em dois jogos. O alvinegro fica cinco pontos atrás de Flamengo e Cabofriense, clubes que estão na zona de classificação para a semifinal.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Madureira na segunda-feira (11). O Volta Redonda recebe o Bangu na sexta-feira (8).

O melhor: Bruno Barra

Autor do gol da vitória do Volta Redonda, o volante recebeu passe de Marcelo e chutou forte para marcar o único gol do jogo no Raulino de Oliveira.

O pior: Rodrigo Pimpão

Pouco produziu e correu risco de ser expulso e prejudicar ainda mais o Botafogo. Ele já havia recebido cartão amarelo quando abriu demais o braço e acertou o adversário.

Leo Valencia assusta no primeiro lance

Logo aos três minutos de jogo, o meia Leo Valencia bateu falta rasteira e com força, Douglas Borges espalmou e a bola foi para escanteio. Depois disso, as equipes não conseguiram dar velocidade à partida e o excesso de erros de passes prejudicou os dois lados.

O Botafogo pressionava a saída de bola do Volta Redonda, mas sem levar perigo. O primeiro chute do Volta Redonda aconteceu só aos 16 minutos, com Daniel, mas a bola saiu longe do gol de Cavalieri.  O time apostava na velocidade de Douglas Lima, mas sem criatividade.

O Botafogo teve outra boa chance Pimpão recebeu a bola na direita e cruzou para Rickson finalizar de cabeça, mas a bola saiu sem força e ficou fácil para a defesa de Douglas Borges.

Volta Redonda acerta o travessão e Bota responde

Após cobrança de falta de Marcelo, Daniel desviou de cabeça e a bola foi no travessão de Cavalieri.

No contra-ataque, o Botafogo trocou passes até Erik achar Leo Valencia, que recebeu na entrada da área e chutou colocado, mas a bola foi ao lado do gol de Douglas.

Pressão do Volta Redonda dá resultado

Marcelo recebeu na esquerda, colocou na frente e chutou com força, a bola passou ao lado da trave de Cavalieri e assustou a torcida alvinegra.

Alguns minutos depois, o Volta Redonda conseguiu o gol. Bruno Barra recebeu a bola de Marcelo e, de fora da área, chutou forte e sem chance de defesa para Cavalieri.

Botafogo pressiona em busca do empate

Logo depois do gol, Zé Ricardo colocou em campo o atacante Kieza. E foi ele que quase empatou o jogo. Após cruzamento na área, a bola sobrou para Kieza, que finalizou de voleio, mas a bola passou sem perigo ao lado do gol.

Cícero acerta o travessão

Reforço do Botafogo, Cícero entrou no segundo tempo e fez sua estreia no Carioca. Ele recebeu entre as linhas de defesa do Volta Redonda e chutou, a bola desviou na defesa e acertou o travessão.

Botafogo aposta no "chuveirinho"

Sem ideias para criar oportunidades, o Botafogo passou a jogar a bola na área em busca de um gol salvador, mas a defesa do Volta Redonda não deu chances e conseguiu evitar o empate. NO fim do jogo, João Carlos teve a chance de ampliar para o Volta Redonda no contra-ataque, mas Cavalieri fez grande defesa.

Volta Redonda chega ao terceiro jogo sem sofrer gol

Foi a quinta vitória seguida do Volta Redonda, que tem 100% de aproveitamento como mandante no Campeonato Carioca. Além disso, o time completou o terceiro jogo sem ser vazado em sequência.

Noite de estreia

Sem Gatito Fernández, o Botafogo promoveu a estreia de Diego Cavalieri, de 36 anos. Depois de sete temporadas no Fluminense e uma passagem pelo Crystal Palace, da Inglaterra, Cavalieri fez sua estreia.

VOLTA REDONDA 1X0 BOTAFOGO

Data/hora: 2/3/2019, às 19h (de Brasília)

Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior

Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Rafael Gomes Rosa

Cartões amarelos: Jonathan, Rodrigo Pimpão e Jean (BOT); Bruno Barra e Luis Gustavo (VRE)

Gol: Bruno Barra (VRE), aos 15 minutos do segundo tempo;

Botafogo: Diego Cavalieri; Marcelo Benevenuto, Helerson (Cícero). Gabriel e Jonathan; Jean (João Paulo), Rickson e Leo Valencia; Luiz Fernando (Kieza), Rodrigo Pimpão e Erik. Técnico: Zé Ricardo

Volta Redonda: Douglas Borges; Luis Gustavo, Daniel Felipe, Heitor e Luiz Paulo; Bruno Barra, Bileu e Marcelo (Jorge Luiz); Douglas Lima (Alyson), João Carlos (Allan) e Wandinho. Técnico: Toninho Andrade

Futebol