Topo

Esporte


Não sabíamos quão bom Ronaldinho era, diz goleiro da Inglaterra em 2002

Camisa 11 marcou de falta contra os ingleses nas quartas da Copa de 2002, em um de seus gols mais lembrados - Gunnar Berning/Bongarts/Getty Images
Camisa 11 marcou de falta contra os ingleses nas quartas da Copa de 2002, em um de seus gols mais lembrados Imagem: Gunnar Berning/Bongarts/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

22/02/2019 15h36

Entre os muitos gols da carreira de Ronaldinho Gaúcho, um bastante lembrado aconteceu nas quartas de final da Copa do Mundo de 2002, na vitória de virada sobre a Inglaterra por 2 a 1. Aos 5 min do segundo tempo, o então camisa 11 bateu uma falta da intermediária, pegou o goleiro David Seaman adiantado e mandou a bola no ângulo. Foi o gol da vitória brasileira.

Hoje, passados quase 17 anos daquele gol, David Seaman admitiu ter sido surpreendido pelo brasileiro, então no Paris Saint-Germain.

"Foi sorte", disse, em entrevista ao site TalkSport. "Nós sabíamos quão bom Ronaldinho era? De verdade, não. Havíamos ouvido falar dele, mas é só quando você vê alguém em campo que percebe quão bom alguém é. E ele era bom", completou.

Embora diga não se lembrar de todo o lance, Seaman reforçou a avaliação de que Ronaldinho teve sorte na cobrança de falta.

"As pessoas me perguntam: ele fez de propósito? Mas não me importa. Ainda foi um chute de quase 40 metros, então foi uma falha do goleiro", opina. "Quando ele cruzou, saí de um jeito e tentei voltar de outro", completou.

Neymar ignora polêmica e diz que "não faz sentido" ser o melhor pós-Pelé

UOL Esporte

Esporte