PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Após gastar R$ 10 mi, Grêmio vê André em xeque por atuações irregulares

André vê crescer concorrência com Vizeu e Tardelli e tem titularidade em xeque - AP FOTO/ Gustavo Garello
André vê crescer concorrência com Vizeu e Tardelli e tem titularidade em xeque Imagem: AP FOTO/ Gustavo Garello

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/02/2019 04h00

André foi contratado para ser titular. Egresso do Sport, o jogador custou R$ 10 milhões aos cofres do Grêmio. Mas a falta de boas atuações fez crescer a concorrência e a condição está posta em xeque. 

O primeiro teste para seguir absoluto na linha de frente já se avizinha. No próximo domingo, o jogo contra o Veranópolis vai indicar quem está na frente, sob a ótica de Renato Gaúcho, na briga pelo comando ofensivo tricolor. 

A disputa é com Felipe Vizeu, que foi titular na partida contra o Brasil de Pelotas. Mas ter começado aquele jogo significa pouco para o cenário real, já que vários jogadores do time principal foram preservados. 

Os números colocam André longe do topo. Foram 29 jogos e apenas quatro gols em 2018. Outros quatro ainda sem balançar as redes adversárias neste ano. Já Vizeu, o concorrente imediato, disputou cinco partidas pelo Tricolor e já marcou dois gols.

No jogo-treino de ontem, contra o Guarani de Venâncio Aires, André brilhou. Foram quatro gols na partida. Vizeu e Tardelli não participaram. 

Tardelli se prepara

Ainda ontem, Tardelli participou da primeira atividade com bola. Foi curinga (atuou por ambos os times simultaneamente) em jogos de campo reduzido. A entrada neste tipo de treino já significa um novo passo na preparação para começar a jogar. 

Contudo, ainda não está definido qual lugar que Tardelli ocupará. Ele pode tanto disputar vaga como centroavante como atuar aberto pela direita, lutando por lugar com Marinho e Montoya. 

A tendência é que ele não esteja apto para estreia na Libertadores, dia 6 de março, entrando na partida posterior, diante do São José-RS. 
 

Grêmio