PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida do São Paulo pede renúncia de Leco e protesta até com futmesa

Protesto no CT começou perto de 15h e foi simultâneo à apresentação do técnico Cuca - Bruno Grossi/UOL Esporte
Protesto no CT começou perto de 15h e foi simultâneo à apresentação do técnico Cuca Imagem: Bruno Grossi/UOL Esporte

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

18/02/2019 15h55

Dezenas de torcedores do São Paulo realizam um protesto hoje à tarde na portaria do CT da Barra Funda, horas após a derrota para o Corinthians pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Ônibus da Tricolor Independente, principal organizada do clube, deixaram a sede da torcida, no centro da capital paulista, e chegaram ao local da manifestação pouco antes de 15h. Os principais alvos das reclamações dos torcedores foram dirigentes do clube, especialmente o presidente Leco.

LEIA MAIS

"Boi, boi, boi, boi do Piauí, renuncia logo e sai do Morumbi" foi um dos cantos entoados em referência a Carlos Augusto de Barros e Silva. Raí, diretor executivo do São Paulo, e Alexandre Pássaro, gerente executivo de futebol, também foram alvos do protesto. 

Apesar de o elenco do São Paulo estar de folga nesta segunda-feira, dia marcado para a apresentação do técnico Cuca, jogadores também foram xingados pelos torcedores, como Jucilei, Nenê, Bruno Peres e Reinaldo. O elenco foi chamado de "amarelão" e "canalha: "Bando de canalha, respeita essa camisa e sai do porta-mala" foi um dos cantos do protesto, relembrando que os jogadores não apareceram na entrada do CT da Barra Funda ontem à noite, quando houve outro protesto da torcida. Os torcedores também simularam uma partida de futmesa na portaria do local, ironizando a qualidade técnica dos jogadores e o suposto excesso de trabalhos recreativos no dia a dia do clube.

A segurança do São Paulo e policiamento público foram reforçados hoje à tarde. Na parte interna do CT houve a apresentação de Cuca, que retorna ao clube após 15 anos. O treinador não assumirá o comando imediatamente, e Vágner Mancini será interino no restante do Campeonato Paulista. O São Paulo ocupa a segunda colocação do Grupo D, com três vitórias e quatro derrotas em sete partidas.

Futebol