PUBLICIDADE
Topo

Grêmio

Kannemann diz que sofreu pênalti, mas evita reclamar após empate do Grêmio

Zagueiro Walter Kannemann durante partida do Grêmio contra o Brasil de Pelotas - Lucas Uebel/Grêmio
Zagueiro Walter Kannemann durante partida do Grêmio contra o Brasil de Pelotas Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

17/02/2019 19h04

O zagueiro Kannemann disse que foi puxado em um lance de escanteio no primeiro tempo da partida contra o Brasil de Pelotas, hoje, no estádio Bento Freitas. Após o empate em 0 a 0, o defensor do Grêmio evitou reclamar e disse que foi uma disputa de área. 

"Acho que foi pênalti, eu queria arrancar e ele me puxou para trás com os dois braços. Mas é uma briga de área", disse sem polemizar. 

Ao analisar a partida, que marcou a primeira vez que o time azul, branco e preto não marcou gols na temporada, o defensor argentino lembrou que as chances desperdiçadas acabaram pesando. 

"Foi um jogo difícil, perdemos duas situações de gol, o goleiro deles foi muito bem. Eles tiveram apenas bola parada. Mas foi um jogo complicado, muito travado", avaliou o zagueiro. 

O Grêmio lidera o Gauchão com 17 pontos. Na próxima rodada encara o Veranópolis, dia 25, em Porto Alegre.

Grêmio