PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Corinthians

"Agudo", Clayson recupera moral com Carille e vira antídoto contra lentidão

Clayson disputa jogada com marcador durante partida entre Novorizontino e Corinthians - Thiago Calil/AGIF
Clayson disputa jogada com marcador durante partida entre Novorizontino e Corinthians Imagem: Thiago Calil/AGIF

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

16/02/2019 13h24

O início de ano de Clayson ainda não é de crescer os olhos mas, a julgar pelas entrevistas de Fábio Carille, o jogador deve ganhar cada vez mais espaço no Corinthians em 2019. O camisa 25 parece ser o atacante de lado preferido do treinador, que já exaltou mais de uma vez sua capacidade de encarar os defensores no "um contra um". Ele vem de um segundo semestre ruim, mas desponta como solução.

"Minhas características são um pouco diferentes [dos concorrentes de ataque]: eu sou um pouco mais agudo, gosto bastante desse um contra um. Mas o Carille vai optar por aquele que tiver melhor. Espero estar bem para poder ajudar a equipe e voltar ao alto nível, que é muito importante", diz Clayson em conversa com o UOL Esporte.

Leia também:

O atacante é apontado por Carille como a alternativa mais óbvia para promover o drible no Corinthians. "Está faltando velocidade pelos lados, mas é por característica. O Clayson está voltando agora, é um jogador que quero recuperar. Ele terminou 2017 e foi campeão paulista como titular comigo; sei do potencial. Ele quebra a marcação", afirmou Carille na quinta-feira, repetindo os elogios que tem feito ao atacante.

Com moral elevado, Clayson provavelmente terá minutos no Majestoso de amanhã, a partir das 19 horas (de Brasília), na Arena. O mais provável é que Carille repita o ataque que encarou o Racing Club (ARG) no meio da semana, mas não está descartada a possibilidade de o atacante ser titular. 

De início ou saindo do banco, o jogador tem motivos para se animar com o clássico: pelo Corinthians ele já tem um gol e duas assistências jogando contra o São Paulo, além de um pênalti convertido nas cobranças da semifinal do Paulista de 2018.

"Todo clássico te motiva por si só. A gente tenta se preparar da mesma maneira, deixar a cabeça tranquila, mas em campo o jogo é um pouco mais quente. É gostoso de jogar, eu gosto e espero manter esse bom retrospecto contra o São Paulo. O importante é o time jogar bem e vencer, mas se eu puder ajudar com gol ou assistência, fico muito feliz", projeta Clauyson, que marcou seu primeiro gol pelo Alvinegro justamente em um Majestoso, em setembro de 2017.

Em cenário de lentidão na criação de jogadas, Clayson é a primeira aposta de Carille para mudar um ataque pouco móvel e previsível. Nas duas vezes em que jogou nesta temporada, Clayson entrou no terço final da partida para dar maior profundidade ao Corinthians pelo lado esquerdo. Suas características não resultaram diretamente em gol, mas a estratégia de certa forma funcionou. Por isso há a chance de ele ir a campo mais cedo contra o São Paulo.

Corinthians