PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-MG e Santos disputam lateral esquerdo do Ceará no mercado da bola

Felipe Jonatan (ao centro) tem contrato com o Ceará até dezembro de 2022 - Lucas Moraes/CearaSC.com
Felipe Jonatan (ao centro) tem contrato com o Ceará até dezembro de 2022 Imagem: Lucas Moraes/CearaSC.com

Eder Traskini, Marcello De Vico e Thiago Fernandes

Do UOL, em Santos e Belo Horizonte

15/02/2019 04h00

Atlético-MG e Santos disputam a contratação do lateral esquerdo Felipe Jonatan. Os dois clubes enviaram ofertas com o intuito de contratar o jovem de 20 anos em definitivo. Porém, o Ceará pede o pagamento à vista da multa rescisória, avaliada em R$ 6 milhões. 

O UOL Esporte apurou que as propostas têm valores parecidos, entre R$ 4 milhões e R$ 5 milhões, mas com moldes distintos. O Galo pretende fazer o pagamento à vista, enquanto o Peixe deseja parcelar o montante para ter o atleta.

VEJA TAMBÉM

"Nós temos muitas propostas, mas nenhuma delas resolve o nosso problema. Queremos o valor integral da multa à vista", declarou Robinson Castro, diretor do Ceará, ao UOL Esporte.

Em coletiva na noite da última quarta-feira (13), após jogo do Campeonato Cearense, o próprio técnico Lisca não escondeu que existe a chance de o lateral, que tem contrato até dezembro de 2022, deixar a equipe.

"Felipe Jonatan está numa iminência para sair. No ano passado ninguém prestava, hoje os times estão vindo se servir aqui no Ceará. Ontem o Robinson (de Castro, presidente do Ceará) me comunicou que tem vários times atrás dele, de alto nível e com excelentes propostas. Mas o Ceará também apresentou uma situação de renovação para o Felipe, agora está nas mãos dele e do pai dele. Espero que ele fique", declarou o treinador.

O desejo do Galo em contar com o jogador é antigo. Os mineiros conversam com o clube cearense desde o fim do ano passado para adquirir os direitos do jovem atleta.

Hoje, Levir Culpi tem apenas Fábio Santos inscrito para a posição na Copa Libertadores. O treinador optou por deixar o garoto Hulk fora da lista. A diretoria busca um nome no mercado da bola há algum tempo. Geferson, do CSKA Sofia, da Bulgária, e Ailton, do Braga, de Portugal, foram oferecidos. Todavia, ambos foram rejeitados pela comissão técnica.

Depois de ficar sem Dodô, hoje jogador do Cruzeiro, a lateral esquerda passou a ser uma das prioridades do Santos para a sequência da temporada 2019. E se antes Abner aparecia como favorito para reforçar a posição, hoje a história é outra.

Abner, que tem contrato com o PSTC, time paranaense, não conta com a preferência de José Carlos Peres, que busca um lateral que 'chegue para jogar'. Na visão do presidente, esse não é o caso do jogador, que acumula algumas lesões na carreira e não entra em campo desde novembro do ano passado, quando jogou a reta final da Série B pelo Coritiba.

Diante da desconfiança por Abner, o nome da vez passou a ser Felipe Jonatan, jogador de apenas 20 anos que desde a metade do Campeonato Brasileiro do ano passado vem sendo um dos destaques do Ceará. Ele, inclusive, marcou o gol que classificou o time alvinegro para a fase seguinte da Copa do Brasil, em empate por 1 a 1 contra o Central, na semana passada.
 

Futebol